Increva-se para receber conteúdo novo por email

Este post é uma tradução livre de “Real Superfoods That Destroy Inflammation in Your Brain: The Body Response That May Change Your Mental Health Forever“, escrito por Dave Asprey e publicado em seu site Bulletproof Exec.com

Se alguém te dissesse que um único fator é associado com doenças cardiovasculares, câncer, diabetes e obesidade em países desenvolvidos, você acreditaria?

Você deveria, porque é verdade. Inflamacão é um link comum entre todas estas doenças e também está relacionada à função cognitiva – o tópico deste post. (17,18)

De acordo com o especialista em micotoxinas, Ritchie Shoemaker, MD:

“Uma preocupação comum para aqueles que estão tentando entender os problemas cognitivos é como a inflamação no corpo é a inflamação no cérebro. A barreira do sangue no cérebro, como é chamada, resulta de “características das junções apertadas” adicionais. Processos inflamatórios incluindo o TGF beta 1 e IL-1B soltam estas junções apertadas. Estes dois componentes tem sido demonstrados como significantemente elevados em pacientes com síndromes de inflamação sistêmica”.

A inflamação é uma resposta natural aos ferimentos, estresse ou doença. Uma função pobre do intestino ou consumir alimentos tóxicos (ricos em toxinas, ricos em açúcar, altamente processados, ricos em glúten, etc) induzem uma resposta inflamatória. Quando esta resposta se torna a norma para o seu corpo, ela se torna uma característica de baixo nível na sua fisiologia e os problemas aparecem.

1400168773_1349785263

Eu lutei contra a inflamação sistêmica desde que eu era crianca, embora isso seja um problema raro para mim hoje.

É a falta de conhecimento, etresse mal administrado e escolhas alimentares pobres que empurram as pessoas do penhasco da inflamação.

Tudo incluído na dieta Bulletproof (À prova de balas) e seus protocolos é focado em eliminar a inflamação desnecessária ao corpo. Conversar com centenas de experts, pesquisar e auto experimentar me mostrou que a dieta dos nossos ancestrais não apenas ajuda as pessoas a prevenir doenças, perder peso ou ter mais energia, mas ela ajuda as pessoas a ganhar uma performance cognitiva mais afiada. Isto não é exatamente uma surpresa, eu planejei esta dieta para isso.

Super alimentos REAIS

Marketeiros espertos mas mal informados irão nomear quase qualquer alimento desconhecido ou pouco usual como um super alimento. Um livro popular põe soja, aveia e feijões na lista de super alimentos. Dá um tempo! Goji berries?? Você sabia que eles pertencem à família das nightshades como os tomates e podem causar inflamação em uma grande porcentagem das pessoas?

A verdade neste assunto é que super alimentos reais tem uma ciência por trás deles e quando você os consome, pode sentir a diferença rápido.

Em particular, existem alguns alimentos que levam o seu foco a um novo nível. Estes “alimentos super cognitivos” incluem manteiga, café, baunilha e chocolate. Eles formam um grupo poderoso para qualquer um que esteja buscando melhorar sua performance cognitiva ao lutar contra a inflamação.

Estes alimentos são básicos para um estilo de vida bulletproof e muitas pessoas voltam ao site para contar o quanto melhoraram suas vidas com eles.

Um comediante, podcaster e anunciante de MMA famoso, Joe Rogan, recentemnete postou no twitter sobre o Café Bulletproof feito com os meus grãos.

Alimentos antiinflamatórios

Antes que voce pense em qualquer propriedade antiinflamatória dos alimentos, lembre-se de que nós estamos falando sobre alimentos de alta qualidade. Alimentos de má qualidade geralmente tem toxinas ou agentes inflamatórios em sua composição, o que gera uma resposta inflamatória no corpo. Os alimentos certos de boa qualidade retém níveis altos de antioxidantes e níveis baixos de toxinas, o que os torna antiinflamatórios por natureza.

Café

O café bulletproof é a melhor maneira aumentar o seu foco pela manhã. Devido ao seu conteúdo antoxidante e a cafeína, e o fato de que contém dois agentes neurológicos antiinflamatórios únicos e poderosos, permitem que você consiga manter um foco único. A cafeína é mais do que um estimulante de energia – a cafeína pode ajudar a diminuir o declínio cognitivo e diminuir o risco de desenvolvimento de Alzheimer ao bloquear a inflamação no cérebro. (19)

Outro estudo chegou à conclusões similares. De acordo com o professor Gregory Freund da Universidade de Illinois “Nós descobrimos um novo sinal que ativa a inflamação baseada no cérebro associada com as doenças neurodegenerativas, e a cafeína parece bloquear sua atividade”.(9b14fbb197d55c374c630f61f8884ebf6

Além de combater doenças cognitivas, a cafeína e o café aumentam a sensibilidade à insulina em seres humanos saudáveis. (7,11,12,13) A sensibilidade à insulina é correlacionada com quão bem o nosso corpo responde a certos tipos de inflamação.

O café é fonte número um de antioxidantes no mundo, e por esta razão é um alimento básico na dieta bulletproof. O problema é que 91,7% dos cafés (da América do Sul, no estudo) contém micotoxinas e 50% dos cafés moídos contém toxinas, o que induz a uma resposta inflamatória. (20,21) Se você quer melhorar sua performance cognitiva, o café de boa qualidade é a unica maneira.

Beber café de boa qualidade tem efeitos a curto e longo prazo no seu cérebro. O efeito de curto prazo do café no humor é devido a alteração da atividade de serotonina e dopamina, enquanto os mecanismos por trás dos seus efeitos potenciais no humor a longo prazo podem se relacionar com as suas propriedades antoxidantes e antiinflamatórias. (22 a 25)

Manteiga

A manteiga é uma fonte inesperada de aumento cognitivo, e contém um ingrediente que os estudos mostram ser benéfico para a função cognitiva e a saúde intestinal, chamado butirato. O butirato é uma gordura saturada de cadeia curta e antiinflamatória. De acordo com três estudos, a classe mais comum de doenças degenerativas são retardadas nos ratos com o tratamento de butirato. (1,2,3)

saudemanteigamargarinacardiacasgettyO butirato protege contra a permeabilidade intestinal em ratos com colite ulcerosa.(4) Isto mostra que os ácidos graxos de cadeia curta, incluindo o butirato, tem um papel importante na manutenção da integridade da barreira intestinal. O butirato também reduz severamente os efeitos maléficos da diabetes tipo 1 em ratos. (5)

O butirato também pode prevenir e tratar a resistência a insulina induzida pela dieta em ratos. O butirato é relacionado à promoção do gasto de energia e indução da função de mitocôndrias. (6)

A maior concentração de butirato pode ser encontrada em manteiga de boa aqualidade proveniente de animais alimentados a pasto. Eu destaco os benefícios da manteiga alimentada a pasto em comparação à alimentada por grãos neste infográfico. A manteiga Kerrygold é a minha preferida, mas qualquer marca serve desde que seja alimentada a pasto.

Baunilha e Chocolate

A baunilha é um ótimo alimento para adicionar à sua dieta se você está buscando um aumento cognitivo. “Baunilóides” encontrados na baunilha são antiinflamatórios e são uma ótima adição ao café ou à sobremesa. (14,15,16)

Foto baunilha

Chocolate, assim como o café, é muito rico em antioxidantes e contém toxinas se não for processado e armazenado delicadamente. Este é um outro alimento que é fundamental obter em alta qualidade e com uma quantidade de cacau maior do que 70% para obter seus benefícios. O chocolate altera favoravelmente a síntese de eicosanóides, o que inibe os processos vasculares e inflamatórios. (17)

421521705b2bac874380d7802223d743

Café, manteiga, baunilha e chocolate são alimentos ideais para as pessoas que querem dar o máximo de si mesmas no trabalho. Estes alimentos combatem a inflamação desnecessária e transformam o nosso cérebro em uma máquina. Eles também são os ingredientes chave de qualquer sobremesa deliciosa.

Agora, esta é a parte do post onde eu devo convencer vocês a comprarem as coisas produzidas obcecadamente em meu site, mas não é isso que eu quero que vocês façam. Ao invés disso, desafie-se a evitar completamente alimentos ricos em açúcar, altamente processados e com gordura ruim por uma semana enquanto você presta muita atenção à sua função cognitiva. Então, se voce quer um estímulo extra, adicione estes produtos e sinta a diferença. Quer quantificar isso? Desenvolva o seu próprio experimento e compartilhe nos comentários abaixo.

Se você é como a maioria das pessoas, você ficará mais afiado no ambiente de trabalho e mais eficiente no que você faz. Não só isso, você vai ter mais energia constantemente e não sentirá tanta fome quanto sentiria se estivesse consumindo alimentos de baixa qualidade. Ao evitar alimentos antiinflamatórios agora, você irá começar a transformar seu corpo e sua mente.

Se você tem dúvidas sobre alimentos inflamatórios, antiinflamatórios ou uma história sobre inflamação para compartilhar, sinta-se à vontade para comentar!

Referências sem link

5.     Zhanguo Gao, Jun Yin, Jin Zhang, Robert E. Ward, Roy J. Martin, Michael Lefevre, William T. Cefalu and Jianping Ye. Butyrate Improves Insulin Sensitivity and Increases Energy Expenditure in Mice. Diabetes  2009 July
Antioxidant and Gene Regulation Laboratory, Pennington Biomedical Research Center, Louisiana State University System, Baton Rouge, Louisiana;

7.     Rebello, Salome, Cynthia Chen, Nasheen Nadoo, Wang Xu, and Kee Sang Chia. “Coffee and Tea Consumption in Relation to Inflammation and Basal Glucose Metabolism in a Multi-ethnic Asian Population: A Cross-sectional Study.”NutritionJ. N.p., n.d. Web. Oct. 2012. <http://www.nutritionj.com/content/pdf/1475-2891-10-61.pdf>.

10.   Systemic Inflammation Induces Acute Behavioral and Cognitive Changes and Accelerates Neurodegenerative Disease Colm Cunningham, Suzanne Campion, Katie Lunnon, Carol L. Murray, Jack F.C. Woods, Robert M.J. Deacon, J. Nicholas P. Rawlins, V. Hugh Perry  Biological psychiatry 15 February 2009 (volume 65 issue 4 Pages 304-312 DOI: 10.1016/j.biopsych.2008.07.024)

14.   Vanilloids. 1. Analogs of capsaicin with antinociceptive and antiinflammatory activity. John M. Janusz, Brian L. Buckwalter, Patricia A. Young, Thomas R. LaHann, Ralph W. Farmer, Gerald B. Kasting, Maurice E. Loomans, Gary A. Kerckaert, Cherie S. Maddin. Journal of Medicinal Chemistry 1993 36 (18), 2595-2604

22.   Lucas M, Mirzaei F, Pan A, et al. Coffee, caffeine, and risk of depression among women. Arch Intern Med. 2011;171:1571-1578. Abstract

23.   Pasco JA, Nicholson GC, Williams LJ, et al. Association of high-sensitivity C-reactive protein with de novo major depression. Br J Psychiatry. 2010;197:372-377. Abstract

24.   Ng F, Berk M, Dean O, Bush AI. Oxidative stress in psychiatric disorders: evidence base and therapeutic implications. Int J Neuropsychopharmacol. 2008;11:851-876. Abstract

25.   O’Connor A. Coffee drinking linked to less depression in women. New York Times. February 13, 2012. http://well.blogs.nytimes.com/2011/09/26/coffee-drinking-linked-to-less-depression-in-women/ Accessed January 11, 2012.

E para finalizar, eu gostaria de apresentar novamente à vocês um guia definitivo de cardápio low-carb para vocês adaptarem a low-carb com facilidade na vida de vocês e com muita organização.

Lembre-se, o sucesso da sua perda de peso depende do que você faz HOJE, acima de tudo. Então não deixe de baixar GRÁTIS este guia definitivo de cardápio low-carb

Clique aqui ou no presente para recebê-lo!

Você também poderá adquirir este guia definitivo. Clique nele ou aqui.

Muito obrigado e bom apetite!

Inscreva-se para receber artigos como este por e-mail!

17 Comentários

  1. claudia maria paino arruda disse:

    Qual manteiga usar aqui no Brasil ?Abraços

    • Bruna Machado disse:

      Oi Cláudia,

      Aqui no Brasil não encontramos manteiga certificada por ser alimentada a pasto, por isso não tenho nenhuma marca específica para recomendar. Consuma a manteiga normal, sempre tendo certeza que não é misturada com margarina. ABS

    • daniela disse:

      da marca Puravida, é oragnica e eu confio.

  2. DigoHardcore disse:

    Obrigado pelo tempo gasto na tradução, ótimo artigo.
    Quanto a semente de chia o que acham? pela grande concentração de omega3 acho que pode ser enquadrada também como um super alimento no combate a inflamação.
    Parabens pelo site!!!

    • Bruna Machado disse:

      Oi Digo,

      Assim como o óleo de linhaça a semente de chia é rica em Omega 3 ALA, no entanto a taxa de conversão de ALA para DHA no corpo humano é estimado em torno de 5%. Já o óleo de peixe é rico em DHA e EPA, que age nas membranas celulares trazendo benefícios cognitivos, para a saúde cardiovascular e a pressão sanguínea.

      Abs!

  3. Marcos disse:

    Bruna,
    Em relação aos alimentos, suprimentos, óleos e outros componentes mais que encontramos nas farmácias naturais, nas “Mundo Verde” da vida, fico sempre em dúvida em relação a procedência da matéria prima e ainda em relação as partes usadas das plantas. Por isso pergunto, em relação a óleo de peixe, existe uma marca confiável?
    Em relação a alimentos antiinflamatórios algumas pesquisas têm sido realizadas com a semente de Sucupira branca, tens alguma experiência?
    Desculpe me pela extensão da pergunta.
    Grande Abraço!
    Marcos

  4. samara disse:

    Qual café seria considerado de qualidade aqui no Brasil? Obrigada!

    • Bruna Machado disse:

      Samara, a maioria dos cafés vendidos aqui são de qualidade. Não sou uma profunda conhecedora de cafés, mas sei que existem qualidades mais Premium, cafés orgânicos, selecionados,etc. é apenas uma questão de procurar. Abs

  5. Rayana disse:

    Oi, Bruna! Minha questão é a seguinte: há alguns anos venho tentando me livrar de cólicas menstruais horríveis… Tinha diarréia, vomitava e quase subia pelas paredes de dor! Fui a uma homeopata que me aconselhou evitar algumas semanas antes e durante a menstruação, café (cafeína de todos os tipos), chocolate, açúcar (refrigerantes, etc) e frituras, etc e me passou um remédio. OUtra dica que ela me deu foi tentar sempre manter meu “trânsito intestinal” em dia, pois segundo ela (pelo que eu me lembro do que eu entendi na época) o acúmulo de fezes por muito tempo no intestino (eu tinha sério problemas de prisão de ventre) poderiam facilitar uma inflamação no útero, levando às cólicas. Acho que por isso associei na minha cabeça que as causa das cólicas seriam uma inflamação no útero e que todos aqueles alimentos a serem evitados seriam “Pró-inflamatórios”. Na época não segui muito estritamente os conselhos dela, mas uns dois meses atrás resolvi testar à risca. (Queria muito me livrar do Ponstan, e de todos os antiinflamatórios que já tomei na vida receitados pelas ginecologistas alopatas, pois já ouvi falar muito mal dessa classe de remédios e sempre preferi tudo que é natural em detrimento do artificial.) Elas tratavam a cólica quase como uma coisa “normal”, “que faz parte” mas acho que nunca me conformei totalmente a essa ideia, e também não queria sempre depender de um remédio pra ficar bem todo mês. Enfim… Mas aí resolvi testar, trocando o café por café descafeinado (sou viciada em café, rs) e reduzindo bastante a quantidade de café “cafeinado”, além de tomar o remédio homeopático, comer nozes, castanhas, (que já ouvi dizer que fazem bem pra isso também), tomar chá de gengibre (indicado pela minha prof de yoga) e ficar em posição de cócoras sempre que a dor viesse (indicado pela minha prof de dança do ventre!rs). Resultado, praticamente não tive cólica nenhuma, o que pra mim depois de tantos anos, se configurou quase como um verdadeiro milagre!Agora fico me perguntando, o que afinal funcionou? É claro que tudo junto contribuiu, mas a minha questão é que eu fiquei com a nítida impressaõ de que a culpa era do café… Será que foram as tais micotoxinas? Ou o açúcar que consumo junto com o café?(Inclusive descobri o seu blog maravilhoso justamente pesquisando se café era inflamatório, pois tinha essa ideia na cabeça e qual não foi meu choque ao ler justamente o oposto!rs) Os chás em geral, incluindo o Gengibre eu até consigo e estou me esforçando pra beber sem açúcar mas o café é muito difícil… Nem que seja só uma colher de açúcar demerara (que é o que eu uso) mas não consegui ainda ficar sem…. Bom, é isso! Beijos e aguardo a resposta!

  6. Jacqueline Barbosa disse:

    Hoje foi dia de feira no CEASA e encontrei em uma loja as favas de baunilha. Depois de pesquisar como se faz o extrato, como se usa a baunilha encontrei vários comentários de como é um condimento caro, mas para minha surpresa não é tão caro assim, paguei $7,99 por 4 ramas, e pelo jeito rendem muito. Acabei de fazer os extratos em 3 garrafinhas, depois de 4 ou 8 semanas estarão prontos e eu conto como ficaram. Abraços!

  7. Samantha Huerta disse:

    Olá Caio,

    Sou estudante de Nutrição, e estou iniciando uma nova vida com a dieta Paleo. E a cada instante que eu leio, e vejo vídeos, estudos, me pergunto, porque as coisas não são ditas na sua forma verdadeira…?
    Bom com relação a esse post, tenho uma pequena dúvida quanto a qualidade do café. Me chamou atenção, pois no Brasil não há café sem “toxinas”, e sendo assim, posso utilizar o café Orgânico? Encontrei um da marca Native o qual informa que são grãos da Arábia.
    Onde posso encontrar esses alimentos, sem add de quimicos?

    Obrigada por poder trazer informações de extrema importância e qualidade!!
    Grande abraço.

  8. Sylvia disse:

    O que vocês acham do cafê da loja Nespresso? Acho maravilhoso e sou viciada. Recomendam?

  9. Claudio Gomes disse:

    Ixi eu não sabia disso obrigado pela informação.

    Vou mostrar a minha esposa ela tem muitos problemas de inflamações.

  10. Merille disse:

    Já fiquei sabendo de pessoas resolvendo problemas de saúde por causa de inflamações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *