Increva-se para receber conteúdo novo por email

Refrigerantes são a raiz da obesidade

Coca cola, exercícios e conflito de interesses. 

Refrigerantes são a raiz do problema da obesidade. O problema é multifacetado, com origens neurológicas e sociais, sendo as origens sociais talvez mais complexas do que muitos pensam. Ou talvez sejam tão simples quanto Dr. Ed Hays, o diretor técnico da Coca–Cola (CTO) escreveu um comunicado recente:  “Nossa estratégia de negócios é que mais pessoas desfrutem de nossos produtos mais vezes…” Em outras palavras, mais venda = mais Lucro $$ e este dinheiro fala muito alto. Essa é a moral da história.

side-effects-of-soft-drinks

Por Zoë Harcombe

A exposição:

Coca-Cola é um membro contínuo da Fundação Britânica de Nutrição. O Fórum Nacional de Obesidade “foi secretamente pago £50,000 pela Coca-Cola para promover adoçantes de baixas calorias”. A Associação para o Estudo da Obesidade recebeu financiamento da Coca-Cola no passado.

O Instituto Internacional de Ciências da Vida (ILSI) descreve-se como “uma organização sem fins lucrativos, em todo o mundo cuja missão é fornecer ciência que melhora a saúde humana, o bem-estar e protege o meio ambiente”.O  ILSI recebe seu financiamento de seus membros da indústria, governos e fundações. A presidente da ILSI é Rhona Applebaum representando a empresa Coca-Cola EUA.

O Comitê Científico Consultivo sobre Nutrição (CSN) publicou recentemente um relatório sobre carboidratos e saúde. Como este blog salientou na época, o presidente deste grupo de trabalho é o professor Ian MacDonald, e seus interesses de pesquisa incluem aspectos nutricionais e metabólicos da obesidade, diabetes e doenças cardiovasculares. Um excelente candidato para presidente, você poderia pensar, a não ser pelo fato de que o relatório anual de 2008 do governo britânico lista os interesses declarados do Professor MacDonald com a Coca-Cola Europa e a Mars Europa (indústria de doces).

Os Jogos Olímpicos têm sido uma plataforma maravilhosa para a Coca-Cola promover seus produtos para um público global, como um dos patrocinadores oficiais dos jogos. A associação da Coca-Cola com o esporte e pessoas magras e atléticas, reforça a sua mensagem desejada – beba Coca-Cola junto com os exercícios e você não irá engordar. Como a Coca-Cola diz em seu site, eles são “orgulhosos de ser o parceiro corporativo mais longo e contínuo dos Jogos Olímpicos” – um envolvimento que esteve presente desde os jogos de Amsterdã de 1928.

Até mesmo a Organização Mundial de Saúde não está imune. Eles foram revelados em 2012 como um destinatário de lucro da Coca-Cola.

E, finalmente, o governo do Reino Unido promove a Coca-Cola como modelo de alimentação saudável. Uma lata de cola vermelha é destaque no prato que representa o guia alimentar britânico.

A defesa

James Hill, presidente da Rede Global de Balanço Energético rebateu dizendo: “O financiamento da Coca-Cola vai ajudar a construir a infraestrutura para um consórcio internacional de cientistas e representantes de uma variedade de setores dedicados à luta contra obesidade. A indústria alimentar, de saúde e fitness, e outras indústrias, todas devem desempenhar um papel na solução”.

Eu discordo. Nós nunca iremos resolver a epidemia da obesidade por pensar que comidas falsas podem ajudar. Alimentos processados são o problema, não a solução. Nós finalmente fizemos progressos na guerra do tabaco, mas não trabalhando com as empresas de cigarro e sim fazendo tudo o que podíamos para legislar contra eles.

Eu achei a resposta da Coca-Cola muito mais honesta (embora fiquei indignada por dentro). Dr. Ed Hays, o diretor técnico da Coca–Cola (CTO) escreveu um comunicado para esclarecer as coisas. As palavras-chave de interesse nesta declaração são estas:

“Nossa estratégia de negócios é que mais pessoas desfrutem de nossos produtos mais vezes…”

Finalmente, algo que eu concordo. A Coca-Cola está no negócio para ganhar dinheiro; para maximizar o retorno aos acionistas. Não é o trabalho de Coca-Cola resolver a epidemia de obesidade (até porque só contribui para ela). Nunca foi, nunca será. Na luta contra a epidemia da obesidade, a Coca -Cola é o inimigo, não um exército privado. Sabemos disso. A Coca- Cola sabe disso. Sua resposta a esta triste verdade é tentar manter seus inimigos mais perto ainda. Precisamos manter os nossos tão longe de nossos cidadãos quanto possível.

Banner1

E para finalizar, uma ótima notícia… Eu vou te dar de presente meu novo ebook sobre dieta low-carb e cetogênica, aproveite para baixar GRÁTIS agora —>>> clique AQUI

Quer também ficar por dentro de tudo que está acontecendo de melhor no mundo da nutrição? Aproveite AGORA para seguir meu canal do youtube —–>>> Clique AQUI para seguir meu canal do youtube.

Outra notícia boa… Você está querendo emagrecer, mas está tendo dificuldades?? Então faça o coaching de emagrecimento para perder peso com tranquilidade de um jeito que você nunca tentou antes.

Me mande uma mensagem e agende uma consulta o quanto antes 😉

                          (11) 97533-8525                               

     Atendimento personalizado – Até 10x no cartão

Inscreva-se para receber artigos como este por e-mail!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Oi, eu sou o Caio Fleury, autor do blogSolicite atendimento personalizado em até 10x no cartão pelo meu Whatsapp ou cadastre seu email grátis, para ganhar meu novo e-book.

Junte-se a milhares de pessoas, ganhe motivação, exclusividade e controle da sua vida

Você está com dificuldades para perder peso?
Faça um atendimento personalizado em até 10x no cartão!

Converse comigo pelo Whatsapp: (11) 97533-8525

Atenção: Para receber o meu e-book GRATUITO sobre dieta low carb e Cetogênica, cadastre seu email abaixo!

×