Increva-se para receber conteúdo novo por email

Por: Kheyrne Danu

beyonce

Beyoncé

Imagine se você tivesse um interruptor que poderia equilibrar seu metabolismo e fazer uma limpeza profunda  e desintoxicação? Seu corpo foi projetado para fazê-lo usando um mecanismo gênio conhecido como autofagia. Celebridades descobriram que o jejum intermitente, ou autofagia, é uma das melhores técnicas utilizadas para ligar e reiniciar este interruptor anti-envelhecimento

Autofagia é na verdade o sistema de reciclagem do corpo de ponta. Ela preserva a saúde dos tecidos, substituindo peças velhas e danificadas de suas células por outras novas.

“Suas células criam membranas que caçam pedaços de células mortas, doentes ou desgastadas; a autofagia devora as células mortas; arranca elas em pedaços; e utiliza as moléculas resultantes para produzir energia ou para fazer novas partes das células “, explica o Dr. Colin Champ, professor oncologista e assistente credenciado na Universidade de Pittsburgh Medical Center.

Na autofagia, também há um processo que consome qualquer organismo patogênico como bactérias ruins.

Este processo cria combustível para as suas células, bem como reutilizar as partes saudáveis. As células também podem digerir proteínas de longa duração para liberar aminoácidos proporcionando-lhe mais combustível. Este processo é um poderoso promotor de homeostase metabólica ( coisa boa). Em poucas palavras, a autofagia é uma chave importante em retardar o processo de envelhecimento.

Os especialistas estão encontrando evidências de que a autofagia desempenha um papel no controle da inflamação e resposta imune. Ela pode ajudar a prevenir tumores cancerosos e disfunções metabólicas, como obesidade e diabetes. Em uma série de estudos realizados na Universidade de Medicina e Odontologia de Nova Jersey, Eileen White e seus colegas descobriram que a autofagia protege contra danos ao DNA. Quando eles inibiram a autofagia, eles observaram mais anormalidades cromossômicas, que são tipicamente associados com o surgimento de tumores.

Exercício e Jejum

Exercise

Durante o exercício, criamos micro-rasgos nos tecidos, onde ele vai quebrar e reformar para um estado mais forte. Esse processo ativa a autofagia. A chave para a prevenção de doenças e retardar o processo de envelhecimento encontra-se na otimização da função mitocondrial e um número crescente de mitocondriais. Felizmente, o exercício ajuda a fazer as duas coisas. As membranas celulares começam rapidamente o seu trabalho de devorar e reciclar os tecidos danificados. O exercício estimula suas mitocôndrias, as organelas em todas as células que produzem ATP (energia). A quantidade de exercício necessária para estimular a autofagia em seres humanos ainda é desconhecida, no entanto, acredita-se que rajadas curtas de exercício intensos é mais eficaz do que o exercícios constantes de longa durça.

Dieta Low Carb, Cetogênica e Jejum

Diminuir a ingestão de carboidratos é uma ótima maneira de começar a autofagia. Por isso quero dizer eliminar alimentos processados, laticínios com pouca gordura e grãos. Se o corpo está recebendo seu fornecimento de combustível principal a partir de vegetais e gordura em vez de açúcar e proteínas, ele tem a chance de ligar o sistema de autofagia. Fibra vegetal não é quebrada em açúcar, mas viaja para o intestino, onde é consumida por seus bactérias benéficas, e convertida em gorduras de cadeia curta no intestino que realmente melhorar a sua saúde.

Comer carboidratos e proteínas em excesso pode estimular a IGF-1 e mTOR, que são inibidores potentes da autofagia. Moderando seu consumo de proteínas e aumentando o consumo de gordura, é provável que ligue o interruptor da autofagia. Gorduras vegetais processadas também irão dificultar este estado de regeneração através da ligação à membrana mitocondrial interna, tornando-se altamente sensível ao dano oxidativo e a morte celular. Se você se concentrar em comer ovos, peixes, abacate, azeitonas, nozes, coco, sementes, manteiga e chocolate bem amargo, cortar os carboidratos e moderar as proteínas todos os dias, você será mais bem sucedido para alcançar a autofagia.

O jejum intermitente

Trout

Utilizado pela primeira vez no início de 1900 por médicos para tratar várias doenças, tais como diabetes, obesidade e epilepsia, jejum intermitente está agora fazendo um retorno. O jejum de alimentos durante períodos como 12 a 16 horas entre o jantar e lanche da manhã parece ter vários benefícios para a saúde. Recentemente, o professor Mark Mattson, Chefe de Neurociências do Instituto Nacional sobre Envelhecimento e professor de neurociência na Universidade Johns Hopkins, comprometeu-se com a ideia de que o jejum intermitente pode diminuir o risco de doenças degenerativas cerebrais.

Mattson e seus colegas mostraram que o jejum periódico protege os neurônios contra vários tipos de danos e estresse em roedores. Jejum dispara a autofagia de moléculas danificadas que foram anteriormente ligadas à doença de Alzheimer, de Parkinson e outras doenças neurológicas. Eles também tiveram grandes resultados com pacientes com asma. Um dos principais efeitos do jejum intermitente parece estar a aumentar a capacidade de resposta do organismo à insulina, o hormônio que regula o açúcar no sangue. Esta é uma notícia promissora para aqueles que sofrem de resistência à insulina e diabetes.

Em alguns estudos, o jejum intermitente foi mostrado  melhorar a função cognitiva, a estrutura do cérebro e a neuroplasticidade, que ajudam a aumentar a sua capacidade de aprendizagem para manter seu cérebro jovem e adaptável. Em janeiro de 2013

Michael Mosley e Mimi Spencer influenciaram a saúde de celebridade por meio da publicação de “A Dieta Rápida” e o programa de jejum. Durante dois dias por semana, não necessariamente seguidos, ele recomenda que a ingestão de alimentos caia 500 ou 600 calorias por dia, principalmente na forma de carboidratos. As celebridades foram aconselhadas a beber muita água e comer principalmente legumes e fontes ricas em gordura. Depois de ter atingido sua meta de peso você pode mudar para 1 vez na semana o jejum.

Celebridades como Beyonce, Miranda Kerr, Liv Tyler, Christy Turlington, Ben Affleck, e Hugh Jackman disseram que usam formas de jejum intermitente incluindo a dieta rápida criada pelos pesquisadores.

Ben Affleck

Hugh Jackman

Liv Tyler

E para finalizar, uma ótima notícia… Eu vou te dar de presente meu novo ebook sobre dieta low-carb e cetogênica, aproveite para baixar GRÁTIS agora —>>> clique AQUI

Quer também ficar por dentro de tudo que está acontecendo de melhor no mundo da nutrição? Aproveite AGORA para seguir meu canal do youtube —–>>> Clique AQUI para seguir meu canal do youtube.

Outra notícia boa… Você está querendo emagrecer, mas está tendo dificuldades?? Então faça o coaching de emagrecimento para perder peso com tranquilidade de um jeito que você nunca tentou antes.

Me mande uma mensagem e agende uma consulta o quanto antes 😉

                          (11) 97533-8525                               

     Atendimento personalizado – Até 10x no cartão

Inscreva-se para receber artigos como este por e-mail!

6 Comentários

  1. Sara disse:

    Olá!
    Nossa, parabéns pela matéria!
    Já ouvi muito sobre jejum intermitente, mas sempre fico confusa no ‘modo de fazer’..
    Eu entendo que posso ficar 12, 16 horas sem comer, dai ‘almoçar’ vegetais, legumes e gorduras e mais uma alimentação ao anoitecer..
    Entendo que isso posso fazer todos os dias..

    mas estou correta? Poderia ser dessa forma? Poderia me sugerir uma maneira??
    (claro que sei, que cada organismo é diferente, que devo me adaptar)

    Obrigadaa!!!

  2. Sara disse:

    Só mais uma coisa: esse seria o livro que fala sobre a Dieta Rápida??

    http://www.saraiva.com.br/a-dieta-dos-2-dias-the-fast-diet-4985011.html

  3. Jo disse:

    Adorei a materia, eu sou muito suspeita pra falar sobre JI eu amo essa pratica, acho libertador e alem de tudo sensacional, tanto fisicamente como espiritual, me trouxe muito equilíbrio em ambos aspectos.
    Uso e recomendo, mas antes procure um nutricionista 😉

  4. Helder Câmara disse:

    Parabéns pela divulgação do jejum intermitente! Faço o JI há cerca de um ano e me sinto muito bem. Gostaria de saber se posso praticá-lo todos os dias, pois a dieta Paleo Low-carb quase não me dá fome, principalmente pela manhã.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Oi, eu sou o Caio Fleury, autor do blogSolicite atendimento personalizado em até 10x no cartão pelo meu Whatsapp ou cadastre seu email grátis, para ganhar meu novo e-book.

Junte-se a milhares de pessoas, ganhe motivação, exclusividade e controle da sua vida

Você está com dificuldades para perder peso?
Faça um atendimento personalizado em até 10x no cartão!

Converse comigo pelo Whatsapp: (11) 97533-8525

Atenção: Para receber o meu e-book GRATUITO sobre dieta low carb e Cetogênica, cadastre seu email abaixo!

×