Increva-se para receber conteúdo novo por email

Óleo de coco e a perda de gordura corporal

Por: Caio Fleury

Estudos tem demonstrado que o óleo de coco gera benefícios para a saúde, principalmente dentro de um contexto de uma dieta baixa em carboidratos, muitos dos quais irei citar neste post. Antes de tudo, falarei sobre os principais benefícios do óleo de coco, independente da alimentação seguida. Também vou compartilhar com vocês algumas maneiras práticas de usá-lo em sua vida diária.

oleodecoco

Embora haja poucos ensaios clínicos rigorosos demonstrando definitivamente a perda de peso apenas com seu consumo, alguns estudos demonstram resultados promissores neste sentido e mais garantidos para outros fins.

Entre eles, está a capacidade da gordura saturada, no caso do óleo de coco, o ácido láurico – seu principal acido graxo saturado – em elevar os níveis plasmáticos de HDL “gordura boa”, estritamente associado a redução de incidências cardiovasculares, devido a sua capacidade de prevenir danos no endotélio, camada celular que reveste os vasos sanguíneos pelo estresse oxidativo que pode levar ao rompimento e ao entupimento das artérias. O ácido láurico do óleo de coco é menos provável de ser estocado nas células de gordura e mais provável de ser utilizado pelo fígado como fonte de energia. Corpos cetônicos são produzidos dentro de um curto prazo após o seu consumo, oferecendo rapidamente uma fonte alternativa de mais de energia ao cérebro, associada a uma maior capacidade cognitiva (link)

Fatty acid profiles of virgin coconut oil:  Fatty acid profile Concentration (%) - C12 Lauric: 47.280
Source: Food Quality Research Unit, Universiti Kebangsaan Malaysia (UKM), Kuala Lumpur, Malaysia.

Ácido láurico, por sua vez, é convertido em um composto anti-microbial no corpo humano, sendo utilizado em alguns estudos no tratamento de infecções por fungos. Adiante, vejam estudos que fornecem resultados positivos na queima de gordura:

estudo3

Dois estudos foram capazes de demonstrar que 2 colheres de sopa por dia em ambos os sexos causa redução de gordura nas vísceras em poucos meses. Em um ensaio clínico e randomizado duplo-cego com quarenta mulheres acima do peso, o consumo de óleo de coco indicou uma perda de gordura abdominal, aumento de HDL e diminuição do IMC sem prejudicar o perfil lipídico ao longo de 12 semanas. Dado a natureza do estudo, os pesquisadores e os indivíduos estudados não sabiam o que estavam consumindo, o que demonstra alto grau de transparência dos acontecimentos no desenrolar do estudo e representa mais precisamente os acontecimentos reais em um ambiente não controlado (http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/19437058). Já no segundo, os vinte voluntários obesos que participaram do estudo atingiram perda significativa de gordura corporal em apenas 4 semanas, com uma redução de 2.86 cm da cintura dos participantes em média. (http://www.hindawi.com/journals/isrn.pharmacology/2011/949686/)

O óleo de coco extra virgem é muito eficaz na produção de corpos cetônicos (convertido em energia). Entre outros estudos, este estudo publicado no jornal da neurobiologia do envelhecimento (journal Neurobiology of Aging), mostrou que a gordura MCT (constitui metade dos ácidos graxos do óleo de coco, aproximadamente) produziu um aumento nos níveis de corpos cetônicos dentro de uma hora e meia, aproximadamente, após o seu consumo. Também mostrando sua potencial eficácia no tratamento de transtornos cognitivos como o Alzheimer. (http://www.greenmedinfo.com/article/medium-chain-triglycerides-coconut-fat-increase-cognitive-performance-alzheimers-disease) – (http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/15123336)

Por esta razão, o tratamento com óleo de coco é recomendado por muitos profissionais nos EUA, pois seu consumo aumenta a produção de corpos cetônicos que podem aumentar a produção de Trifosfato de adenosina ou ATP, responsável por armazenar energia dentro das células para que possam exercer suas funções vitais, essenciais à sua sobrevivência.

Quando há um consumo alto de MCT em uma dieta, ocorre a beta-oxidação que a converterá em acetil-CoA em corpos cetônicos, para que possa ser utilizado pelas células cerebrais que não podem utilizar ácidos graxos e triglicérides e outros órgãos do corpo. Os triglicérides de cadeia média (MCT em inglês) são mais suscetíveis a serem usados como fonte de energia e menos propensos a serem acumulados no tecido adiposo, se comparados com ácidos graxos de cadeia longa (LCT em inglês) e por isso sua fama como alimento funcional e queimador de gordura.

Em outras palavras, o consumo de óleo de coco fornece um tipo de energia alternativa ao cérebro dentro de um contexto de uma dieta low-carb, que aumenta a produção de ATP, pois ácidos graxos (gordura) produzem mais energia por grama consumida do que glicose (carboidratos) protegendo assim as células neurais de químicos externos que são tóxicos para os neurônios.

Aliado a uma dieta low-carb e jejum intermitente, a queima de gordura abdominal ocorre com frequência. Mais especificamente a lipase sensível a hormônios é estimulada que por sua vez estimula a Lipólise, ou seja, a degradação dos triglicérides (gordura visceral/abdominal) das células hepáticas, os hepatócitos, em ácidos graxos e glicerol que são liberados na circulação para em seguida ser reutilizado pelo fígado na produção de energia.

Você leu corretamente, ocorre uma remoção dos triglicérides estocados nas células do fígado, que além de queimar gordura abdominal obviamente diminui os níveis circulantes de triglicérides sanguíneos reduzindo portanto o risco cardiovascular, que possui uma relação forte com a relação HDL/triglicérides representado no painel lipídico. O aumento do colesterol pode ocorrer geralmente como sintoma favorável do aumento do HDL e não da Apo-B  (partículas pequenas e densas de LDL) (link)(link).

Resumindo: Dieta low-carb com óleo de coco e jejum intermitente = queima de gordura acelerada.

Ldl-p

                                                Padrão A à esquerda e padrão B à direita.
Esta notícia pode ser novidade para algumas pessoas, mas muitos já haviam se deparado com estudos conduzidos mais recentemente que demonstram o potencial de uma dieta cetogênica no tratamento de diversas doenças degenerativas e uma crescente tendência de pesquisas com o foco no tratamento de doenças neurológicas. Eles em geral indicam que uma dieta cetogênica tem um potencial de curar doenças neurológicas, sendo a epilepsia, mal de Parkinson, Alzheimer as mais estudadas, seguidos de outros transtornos como a Síndrome de Tourette, transtorno obsessivo compulsivo, entre outros.  Você pode encontrar estudos aqui: (1)(2)(3)(4)(5)(6)(7)(8)(9)(10)(11)(12)(13).

Seu polifenol está associado a uma queda nos níveis de oxidação de partículas pequenas e densas de LDL (colesterol ruim) que possuem maior potencial oxidativo e portanto aterogênico. Neste estudo houve aumento de HDL no sangue e nos tecidos, além de prevenir a oxidação das partículas in vitro no óleo de coco extra virgem comparado com o óleo tipo “copra” devido a seu alto teor de antioxidantes. http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0009912004001201.

É possível consumir o óleo de coco de diversas formas e em diferentes refeições. Pessoalmente, consumo uma colher de sopa no café da manhã com café e uma colher de sopa de manteiga orgânica, e outra no pré-treino de musculação com um shake de proteína. Outra opção prática e saudável que incluo na minha rotina é o óleo de coco batido com um suplemento protéico e frutas vermelhas.

handful-of-berries

Antioxidantes protegem seu corpo dos perigos do estresse oxidativo.  As frutas vermelhas fornecem vitaminas como as vitaminas do complexo B que trabalham por neutralizar os radicais livres nas células, e possuem fitoquímicos, os pesticidas naturais das plantas que causam um efeito hormético que favorece uma resposta adaptativa benéfica ao organismo.

Outra maneira que muitas pessoas incluem o óleo de coco na alimentação diária é em sucos de vegetais. Como lanche da tarde, vegetais como folhas verdes, beterraba e cenoura batidos com meia maçã ou frutas vermelhas.

A clássica versão consumida do óleo de coco no mundo paleo é o café com manteiga e óleo de coco para começar o dia com o pé direito. Esta combinação virou até nome de site no Brasil – Café com manteiga.

Referências fora do texto:

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3321471/

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3321471/

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/9823827/

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC1176378/?report=reader

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC2898565/?report=reader

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC2731764/?report=reader

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23242044

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/22796483

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/22787591

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/21070829

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3321471/

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/20395146

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/20204773

http://www.tampabay.com/news/aging/doctor-says-an-oil-lessened-alzheimers-effects-on-her-husband/879333

 

E para finalizar, uma ótima notícia… Eu vou te dar de presente meu novo ebook sobre dieta low-carb e cetogênica, aproveite para baixar GRÁTIS agora —>>> clique AQUI

Quer também ficar por dentro de tudo que está acontecendo de melhor no mundo da nutrição? Aproveite AGORA para seguir meu canal do youtube —–>>> Clique AQUI para seguir meu canal do youtube.

Outra notícia boa… Você está querendo emagrecer, mas está tendo dificuldades?? Então faça o coaching de emagrecimento para perder peso com tranquilidade de um jeito que você nunca tentou antes.

Me mande uma mensagem e agende uma consulta o quanto antes 😉

                          (11) 97533-8525                               

     Atendimento personalizado – Até 10x no cartão

Inscreva-se para receber artigos como este por e-mail!

17 Comentários

  1. Roberta disse:

    Fico muito feliz em saber que o consumo do óleo de coco pode ajudar a produzir os corpos cetonicos! Tb gostei muito das dicas de como incluir o óleo de coco no dia a dia. Estou fazendo a dieta paleo e tenho cometido alguns deslizes mas mesmo assim já perdi 4 kilos em um mês. Agora pretendo incluir o óleo de coco na minha rotina e acredito que vou conseguir acelerar a mais minha perda de peso. Adoro este blog. Sucesso e felicidades pra vcs.

  2. Igor Bello disse:

    Bom dia.

    Se eu ingerir o oleo de coco ao acordar eu quebro o jejum intermitente? Atrapalho o processo de perda de gordura, já que eu so faço a primeira refeição após as 12:00?

    Muito obrigado!

    • Bruna e Caio disse:

      Olá Igor, se manter apenas o café com o óleo de coco é possível obter alguns dos benefícios do jejum, no entanto o jejum produz uma série de benefícios inerentes ao jejum incluindo a perda de peso. Porém eu não considero necessário fazer jejum todos os dias e pessoalmente consumo café com manteiga e óleo de coco todos os dias de manhã e deixo o jejum para 1 ou 2x na semana. Abraços e obrigado pelo comentário!

  3. Dani Dourado disse:

    Olá, Caio! O que vc quis dizer com ‘óleo tipo “copra”‘??

    • Bruna e Caio disse:

      Oi Dani, boa pergunta. É um método que o óleo é extraído com aquecimento, não prensado a frio. Mas não tem nada a ver com a marca “copra”. rsrs Abraços!

  4. Tayse Gayotti disse:

    Boa tarde Bruna e Caio!
    Gostaria de saber a respeito do óleo de coco em cápsulas manipulado, é uma boa alternativa? Ou melhor optar mesmo pelo óleo líquido?
    Obrigada
    =)

  5. Gabriela disse:

    Bom dia,
    estou entrando nesse mundo páleo.. e não consegui me acostumar de jeito nenhum com o café com manteiga/óleo. Pensei em consumir o óleo de coco em cápsula, estou indo para os EUA pensei em comprar lá já que aqui no Brasil é mt caro. Vcs já tomaram o óleo de coco em cápsula? Tem alguma marca que vocês indicam, ou não tem diferença? Vi aqui que cada cápsula tem 1000mg, será que tomar uma já é o ideal por dia?
    Obrigada,
    Gabriela

    • Bruna e Caio disse:

      Oi Gabriela, sugiro encontrar outra fonte de gordura saudável e que você goste. 1000mg de óleo de coco eh uma quantidade muito baixa. Você já tentou incluir em receitas? ABS!!

  6. Helena disse:

    Ola Caio!
    Muito esclarecedor este seu artigo.
    Fiquei no entanto com uma dúvida: quando diz que toma uma colher de sopa de oleo de coco no cafe da manha, quer dizer que o seu pequeno almoço é só uma xícara de cafe com uma colher de sopa de oleo de coco? Se caso não for isso, me diga o que costuma comer no cafe da manha?
    Obrigada. Continue.

  7. Janaina disse:

    eu costumo comer 2 ovos cozidos com gema mole, um punhado de nozes, amêndoas e castanhas do pará no café da manhã, será que tá certo?

    abraços

  8. Bruna e Caio, em um vídeo a nossa querida Conceição Trucon, diz que não devemos ingerir óleo de coco. Fiquei confuso. Gratos pela atenção.

  9. Mônica disse:

    Ta certo tomar 2 colheres de sopa de óleo de coco em jejum antes do café eu tomo ?

  10. Tânia Prata disse:

    Bom dia! passei a usar o óleo de coco para preparar alimentos, e tomo em jejum 2 colheres de sopa, e o resultado tem sido maravilhoso! perdi gordura abdominal conseguir perder 2 Kg em 1 semana, e olhe que tenho dificuldade de perder peso devido a minha idade,estou com 51 anos, porém acompanhado de uma alimentação balanceada e o uso do óleo o resultado tem me surpreendido

  11. Barbara disse:

    Bom dia ,
    Sofro de hipertensão, tem algum problema em consumir o óleo de coco em jejum ou mais aconselhável pré treino.
    E posso substituir ele pelo óleo vegetal na parte culinária.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Oi, eu sou o Caio Fleury, autor do blogSolicite atendimento personalizado em até 10x no cartão pelo meu Whatsapp ou cadastre seu email grátis, para ganhar meu novo e-book.

Junte-se a milhares de pessoas, ganhe motivação, exclusividade e controle da sua vida

Você está com dificuldades para perder peso?
Faça um atendimento personalizado em até 10x no cartão!

Converse comigo pelo Whatsapp: (11) 97533-8525

Atenção: Para receber o meu e-book GRATUITO sobre dieta low carb e Cetogênica, cadastre seu email abaixo!

×