Increva-se para receber conteúdo novo por email

O perigo das pílulas anticoncepcionais

antic pill

Esta é a continuação do artigo da semana passada: Pílulas anticoncepcionais: Tomar ou não?

Existem muitos sintomas relacionados ao uso prolongado de pílulas anticoncepcionais, baixa testosterona, irritabilidade, mau humor, baixa libido, disfunção sexual, instabilidade mental, entre outros, que passam muitas vezes despercebidos.

Impacto de contraceptivos orais nos níveis de Globulina Ligadora de Hormônio Sexual (SHBG) e andrógenos: Um estudo retrospectivo.

print SHBG

A proteína Globulina Ligadora de Hormônio Sexual (SHBG) é aumentada drasticamente pelo uso de pílulas anticoncepcionais, reduzindo os níveis de testosterona e testosterona livre.

A SHBG é  produzida pelo fígado e influencia diretamente os níveis de testosterona, DHT (metabólito biologicamente ativo da testosterona) e estradiol. Ela inibe a função destes hormônios, diminuindo a biodisponibilidade deles para o uso do organismo.

Este estudo demonstrou que ela está aumentada em média 4 VEZES mais (157 nmol-L) em mulheres que tomam a pílula por mais de 6 meses, com relação a mulheres que nunca tomaram (41 nmol-L) e demonstrou que eles provavelmente nunca voltarão a níveis iguais a mulheres que nunca tomaram (o valor de referência dos exames é até 100 nmol-l).

print pillINTRODUÇÃO:

Os contraceptivos orais (COs) tem sido o método preferido de controle de natalidade devido à sua elevada taxa de eficácia. O uso de contraceptivos, no entanto, foi associado com queixas de saúde sexual das mulheres e insuficiência de andrógenos. A utilização de contraceptivos orais (COs) está associada a uma diminuição da síntese de androgénios do ovário e um aumento na produção de Globulina Ligadora de Hormônio Sexual (SHBG). Houve estudos limitados que avaliam os valores de SHBG após a interrupção do uso de pílulas.

OBJETIVO:

Investigar retrospectivamente os níveis de SHBG antes e após a interrupção do uso de contraceptivos.

PRINCIPAIS MEDIDA DE RESULTADO:

Níveis de Globulina Ligadora de Hormônio Sexual (SHBG) foram comparados no início do estudo, durante o uso de pílulas, e muito além da meia-vida de 7 dias da SHBG em 49-120 dias (média de 80 dias) e mais de 120 dias (média de 196) após a descontinuação dos contraceptivos orais.

MÉTODOS:

Um total de 124 mulheres na pré-menopausa com queixas de saúde sexual por mais de 6 meses preencheram os critérios de inclusão/exclusão. Foram definidos três grupos de mulheres: (1) “Usuárias de pílulas” (N = 62; com idade média de 32 anos) tomaram por mais de 6 meses e continuaram ingerindo; (2) “-Usuárias que descontinuaram” (N = 39; com idade média de 33 anos) tomaram por mais de 6 meses e interromperam o uso; e (3) “Nunca foram usuárias” (n = 23; com idade média de 36 anos) Nunca tomaram anticoncepcionais.

RESULTADOS:

Em mulheres com disfunção sexual, mudanças na Globulina Ligadora de Hormônio Sexual (SHBG) das usuárias (1) eram QUATRO VEZES mais elevados do que os níveis daquelas no grupo (3) “Nunca foram usuárioas” (média de 157 +/- 13 nmol/L vs. 41 +/-4 nmol/L; P < 0,0001). Apesar de uma diminuição dos valores de SHBG após a interrupção do uso de contraceptivos, os níveis de SHBG em (2) “Usuárias que descontinuaram” permaneceram elevados em comparação com o grupo das usuárias (1) (n = 26; P <0,0001 para > 120 dias).

CONCLUSÃO:

Em mulheres com disfunção sexual, alterações de SHBG em (2) “Usuárias que descontinuaram” não diminuiu para valores compatíveis com (3) “Nunca foram usuários”. Saúde sexual, metabólica, e mental a longo prazo pode resultar em consequências das elevações crônicas de SHBG. A exposição aos estrogênios sintéticos do uso prolongado das pílulas induz Imprinting genômico e aumenta expressão do gene da SHBG no fígado em algumas mulheres? Investigação prospectiva é necessária.

Em outras palavras, os sintomas de TPM irão parecer um paraíso comparados com os sintomas do uso prolongado de pílulas anticoncepcionais. Além da negligência por parte de pacientes e médicos, outro problema é o fato de estarem com os hormônios alterados por tanto tempo, que os sintomas de irritabilidade, disfunção sexual (mesmo leves) e baixa saude mental passaram despercebidos, ou observados como partes integrandes da vida, ou inerentes ao sexo feminino.

banner livro

 

E para finalizar, uma ótima notícia… Eu vou te dar de presente meu novo ebook sobre dieta low-carb e cetogênica, aproveite para baixar GRÁTIS agora —>>> clique AQUI

Quer também ficar por dentro de tudo que está acontecendo de melhor no mundo da nutrição? Aproveite AGORA para seguir meu canal do youtube —–>>> Clique AQUI para seguir meu canal do youtube.

Outra notícia boa… Você está querendo emagrecer, mas está tendo dificuldades?? Então faça o coaching de emagrecimento para perder peso com tranquilidade de um jeito que você nunca tentou antes.

Me mande uma mensagem e agende uma consulta o quanto antes 😉

                          (11) 97533-8525                               

     Atendimento personalizado – Até 10x no cartão

Inscreva-se para receber artigos como este por e-mail!

5 Comentários

  1. Gabriela disse:

    Oi Caio,
    eu realmente fico muito confusa do que fazer… O argumento da minha médica para tomar é pq tenho sindrome metabólica (resistência a insulina e ovarios micropolicisticos). Vc teve contato com algum estudo que diz que mesmo para quem tem essas caracteristicas não é interessante tomar anticoncepcionais?

    Att.
    Gabriela

  2. Luciane disse:

    Comecei o uso de anticoncepcional muito cedo para “tratar” a acne. Em uma das tentativas de interromper o uso, a acne retornou após 4 meses. É uma evidência da diminuição do SHBG? Tem como tratar acne só controlando a dieta?

  3. Sílen disse:

    Excelente artigo! Parabéns!

  4. Renata Souza disse:

    Pocha vida eu sou recém casada e comecei a usar o anticoncepcional há cinco meses, mas já fiz a troca duas vezes. Um dos sintomas que venho sentindo com eles são: Irritabilidade, mau humor, muito sensível(choro por besteira)e ainda nao consigo ter vontade de fazer sexo. Decidir não usar mais eles…mas o que pode ser??

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Oi, eu sou o Caio Fleury, autor do blogSolicite atendimento personalizado em até 10x no cartão pelo meu Whatsapp ou cadastre seu email grátis, para ganhar meu novo e-book.

Junte-se a milhares de pessoas, ganhe motivação, exclusividade e controle da sua vida

Você está com dificuldades para perder peso?
Faça um atendimento personalizado em até 10x no cartão!

Converse comigo pelo Whatsapp: (11) 97533-8525

Atenção: Para receber o meu e-book GRATUITO sobre dieta low carb e Cetogênica, cadastre seu email abaixo!

×