Increva-se para receber conteúdo novo por email

Menos carboidratos e mais sono – parte 3

Estudos mostram uma conexão direta entre a produção de melatonina e a função adequada do hormônio insulina. Quando esta produção não é suficiente ocorre uma diminuição da sensibilidade das células à este hormônio, impactando de maneira severa diversos marcadores de saúde metabólica.

Menos melatonina = + insulina + grelina e menos leptina, hormônios que regulam o apetite, peso e gordura corporal. O que mais impede, então, a nossa produção natural de melatonina? Barulho e luz tarde da noite, que alteram o ciclo circadiano e atrapalham a qualidade e a duração do sono.

Quando dormimos pouco, a tendência é comermos mais e alimentos processados, com alto valor de recompensa (açúcar com gordura, sal e farináceos) que engordam.

Mais além, altos níveis de estresse e a falta de sono geram problemas de memória e perda cognitiva. (4,5,6,7), prejudicam o funcionamento do sistema imunológico, por isso pessoas que dormem pouco são muito mais suscetíveis pegar mais gripe e resfriados. (8,9,10,11,12). Tão importante quanto, dormir pouco por longos períodos está associado a maiores níveis de depressão e do desenvolvimento de diversas doenças (13,14,15)

Se depressão, estresse, gripes e resfriados, baixa performance cognitiva e ganho de peso não forem o suficiente para convencer você a dormir melhor, os estudos estão aos poucos elucidando a conexão entre a falta de sono e de qualidade de sono com o desenvolvimento de células tumorais.

A desregulação do ciclo circadiano está associada a uma variedade de problemas de saúde, incluindo câncer, diabetes e diversas doenças degenerativas.

science daily

Um novo estudo conduzido por pesquisadores da UC Santa Cruz descobriu que uma proteína ligada às células cancerígenas altera o relógio biológico.

De acordo com a autora do estudo:

” O relógio não é sempre interrompido nas células cancerígenas, mas estudos têm mostrado que alterar o ritmo circadiano em ratos provoca o crescimento mais rápido de tumores e uma das coisas que o relógio faz é definir restrições sobre quando as células podem dividir. ” 

Sem sono não há vida. Com o sono ruim, o metabolismo de todas as células do corpo é afetado negativamente. Em outras palavras, a saúde vai para o brejo, junto com o hormônio do estresse, o cortisol, que é aumentado, logo a fome e o tecido adiposo tendem a aumentar.

O relógio biológico influencia toda fisiologia humana de forma profunda. A ação dos genes e proteínas no corpo todo, formam um padrão de atividade diária de acordo com a luz e a escuridão do dia, além dos hábitos diários como a alimentação. O processo de dessincronização do ciclo circadiano se inicia no cérebro, principalmente através de diversos estímulos nas horas erradas do dia, como os estímulos sonoros (barulho) e principalmente os visuais (luz) registrados.

O ciclo diário de luz e escuridão do corpo está sintonizado com o relógio biológico no cérebro, que envia sinais para quase todas as células e tecidos do corpo, para sincronizar a nível molecular. Porém, com a luz e outros estímulos durante a noite, este ciclo é alterado.

A autora do livro fenomenal “Lights Out: Sleep, Sugar and Survival” em português “Sem luz: Sono, açúcar e sobrevivência” de Teresa Wisley explica melhor, de maneira filosófica e com evidências, a relação entre o sono e a nossa saúde.

alien voices

Se você inclinar sua cabeça por apenas um momento em total silêncio, você quase pode escutar uma voz emanando de dentro. Esta voz é um padrão de neurotransmissores disparando na sua consciência, que tem sido honrada por milénios. Esta voz se chama “instinto”.

  • Dormir é um instinto.
  • Quando você está cansado, seu instinto é dormir.
  • Por que você resiste a ele?
  • Se você tiver sucesso, a natureza irá tirar seus descendentes de qualquer modo.

Todos sabemos a verdade. Nós sabemos em um nível profundo que em todas as nossas “artes” humanas, até nos desenhos mais humildes, plantas e animais cantam e dançam e as nuvens sorriem. Não estamos antropomorfando eles, apenas lembrando deles. Pense na margarida (Daisy) no “Mágico de Oz” cantando, “Saia da escuridão para a luz”. É realmente assombroso como a “estratégia” é intrinsicamente tecida na fábrica de toda vida. Tão estrangeiro é o conceito, tão completa é a amnésia em nossa espécie, que oferecemos a vocês um pequeno sermão:

  • Se você não dormir de noite, você poderá terminar o seu trabalho.
  • Se você não dormir por uma semana, não somente seu trabalho irá sofrer, mas você poderá morrer.

2015-05-26 18.36.09

Outro excelente parágrafo:

Existem monitores sensíveis a luz criados nas células de nossos olhos, pele, sangue e ossos. Nós sempre, muito tempo atrás, no lodo primordial, registramos a rotação da terra enquanto ela circula o sol. Mamutes, comedores de humanos, ratos, e micróbios, todos formam o mesmo humilde começo, envolvendo controles fisiológicos baseados na noite e no dia. As plantas e nós somos um. O meme molecular, que estrutura a parte de nosso sangue chamada hemoglobina é a mesma molécula que estrutura o sangue das plantas.—-Clorofila.

Nós realmente somos apenas um.

A energia que o sol libera suporta a bioquímica, que é a fundação do sistema biológico, que compreende toda a vida aqui na terra.

IMG_2243

Esta passagem também é brilhante. Literalmente =)

“A exposição à luz artificial foi mínima durante a maior parte de nossa existência, um brasa brilhante e uma vela, aqui e ali. Nós dormíamos mais e não tínhamos acesso ao poder calórico do açúcar e dos farináceos. Agora, nossa existência durante 24 horas bem iluminadas dia e noite significa, para nosso controle interno, que estamos em um verão interminável e este estímulo demanda banquetes contínuos.”

No que diz respeito ao ganho de peso, a falta de sono em si não é suficiente para tornar um indivíduo obeso. Para isso uma matéria prima deve estar disponível, os carboidratos.

Muitos animais como os primatas aproveitam o verão para comer muitas frutas selvagens e acumularem gordura visceral e subcutânea para sobreviverem as próximas estações temperadas e mais frias do ano, porém, os primatas seres humanos não estão mais engordando levemente durante o verão como ocorre em populações tradicionais de seres humanos caçadores e coletores de climas tropicais e temperados, mas sim comendo carboidratos o dia todo e durante o ano INTEIRO! Isto corresponde com os dados estatísticos de que mais de 50% da população está obesa e acima do peso.

Igualmente, o que acontece quando o macaco consome frutas o tempo todo e o ano inteiro?

macaco gordo

macaco gordo

   Macacos da floresta de Ubud na indonésia.

Síndrome metabólica e resistência à insulina, do mesmo jeito que humanos. E isso vem acompanhado de muita gordura corporal.  Isso não foi resultado de luz artificial, mas da toxidade do açúcar.

Animais polares, como ursos, são geneticamente e fisiologicamente programados a desenvolverem resistência à insulina, hipotireoidismo e obesidade durante o inverno, no período de hibernação e escassez de alimentos, quando ficam semanas ou meses dormindo sem interrupções. Neste caso, este fenômeno metabólico ocorre sem a presença de açúcar (não há frutas nas regiões polares) e para alcançar este objetivo de economia energética, uma endotermia ocorre, um processo metabólico que reduz a temperatura corporal nos ursos polares, após uma diminuição da sua taxa metabólica. Os ursos podem reduzir sua taxa metabólica basal em até 75% para engordarem muito antes do inverno polar. Isso significa que dada a mesma quantidade de animais marinhos consumidos neste período do ano eles se tornam geneticamente programados a engordarem muito mais por caloria consumida para sobreviverem ao inverno.

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23805551

A relação entre o hipotireoidismo e a resistência à insulina não é atribuída apenas à animais obesos e/ou resistentes à insulina, mas esta relação ocorre claramente nos seres humanos, sendo que muitos cientistas do metabolismo humano estimam que em torno de 40% dos indivíduos com resistência à insulina tem a função da tireóide prejudicada.

Em seres humanos, alguns estudos apontam que a taxa metabólica basal pode ser reduzida em 20-40% em indivíduos acima do peso e resistentes à insulina, quando consomem uma dieta caloricamente restrita e baixa em proteínas, mantendo o indivíduo acima do peso em meio a restrição calórica.

Em outras palavras, muitas pessoas estão gordas e famintas e a solução para isso eu já estou cansado de repetir aqui no Primal Brasil, é perder peso SEM FOME e sem se auto impor uma diminuição na taxa metabólica basal, comendo COMIDA DE VERDADE, low-carb e com quantidades ótimas de proteínas.

banner livro

E para finalizar, uma ótima notícia… Eu vou te dar de presente meu novo ebook sobre dieta low-carb e cetogênica, aproveite para baixar GRÁTIS agora —>>> clique AQUI

Quer também ficar por dentro de tudo que está acontecendo de melhor no mundo da nutrição? Aproveite AGORA para seguir meu canal do youtube —–>>> Clique AQUI para seguir meu canal do youtube.

Outra notícia boa… Você está querendo emagrecer, mas está tendo dificuldades?? Então faça o coaching de emagrecimento para perder peso com tranquilidade de um jeito que você nunca tentou antes.

Me mande uma mensagem e agende uma consulta o quanto antes 😉

                          (11) 97533-8525                               

     Atendimento personalizado – Até 10x no cartão

Inscreva-se para receber artigos como este por e-mail!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Oi, eu sou o Caio Fleury, autor do blogSolicite atendimento personalizado em até 10x no cartão pelo meu Whatsapp ou cadastre seu email grátis, para ganhar meu novo e-book.

Junte-se a milhares de pessoas, ganhe motivação, exclusividade e controle da sua vida

Você está com dificuldades para perder peso?
Faça um atendimento personalizado em até 10x no cartão!

Converse comigo pelo Whatsapp: (11) 97533-8525

Atenção: Para receber o meu e-book GRATUITO sobre dieta low carb e Cetogênica, cadastre seu email abaixo!

×