Increva-se para receber conteúdo novo por email

Gorduras trans serão proibidas nos EUA.

Fast food concept with greasy fried restaurant take out as onion rings burger and hot dogs with fried chicken french fries and pizza as a symbol of diet temptation resulting in unhealthy nutrition.

Não adianta absolutamente NADA comer pizzas, bolos, tortas, biscoitos e massas para perder peso e melhorar a saúde metabólica, mesmo que não haja gorduras trans nestes produtos. Dito isso, seguem em mais detalhes as últimas notícias sobre as gorduras trans nos Estados Unidos.

Fast food concept with greasy fried restaurant take out as onion rings burger and hot dogs with fried chicken french fries and pizza as a symbol of diet temptation resulting in unhealthy nutrition.

Breaking news:

Será proibido comercializar produtos com gorduras trans nos Estados Unidos.

Quando a FDA (agencia americana que regula os alimentos) passou a obrigar as empresas a rotularem seus produtos indicando o conteúdo de gorduras trans, as empresas reduziram drasticamente o conteúdo destas gorduras nos seus produtos.  A rotulação informando o conteúdo de gorduras trans dos alimentos é obrigatória desde 2006 na indústria, porém, a venda ainda foi permitida até o momento.

Para que fosse possível reduzir a presença das gorduras trans nos alimentos, a FDA teve que tomar uma medida para que as gorduras trans passassem a ser classificadas como aditivos químicos que não são considerados “seguros” pela agência e logo foram proibidas de serem adicionadas aos produtos sem especificarem o conteúdo de gorduras trans nos mesmos e sem uma avaliação da FDA. Porém, agora será proibido em qualquer quantidade e as empresas tem um prazo para ajustarem os produtos a nova regra.

As gorduras trans são criadas no processo de hidrogenação parcial de óleos vegetais para que a gordura se torne sólida e assim sejam criados produtos como a margarina, que substitui um alimento de verdade, como a manteiga. Ela já foi parcialmente removida de muitos itens nos EUA desde que muitos restaurantes pararam de utilizar produtos ricos em gorduras trans e empresas processadoras de alimentos diminuíram o conteúdo em seus produtos, para atrair a atenção do consumidor e seguirem as regras da FDA.

As gorduras trans são um veneno para nossa saúde e pesquisas têm a associado a inflamação, problemas no sistema imunológico, aterosclerose, diabetes, obesidade, entre outras doenças. Isto ocorre devido ao fato dela ser uma gordura “nova para o corpo”, de modo que o corpo não consegue identificá-la e não sabe como eliminá-la e por isso acaba tendo que ser absorvida pelas membranas celulares, afetando negativamente a saúde do metabolismo.

A FDA estima que a ingestão de gordura trans entre os consumidores norte-americanos caiu de 4,6 gramas por dia, em 2003, para cerca de um grama por dia em 2012. De acordo com o presidente da Associação Americana de Soja, Danny Murphy, em torno de 3,2 milhões de hectares de soja já foram perdidos desde o início da conscientização do público a respeito dos malefícios causados pelo consumo de alimentos com gordura trans.

Vários ensaios clínicos mostraram que o consumo de gorduras trans leva a dislipidemia e isso é até mesmo admitido pela FDA, responsável por regular o consumo de alimentos e medicamentos nos Estados Unidos.

O fato mais surpreendente é que pesquisas feitas em humanos mostram que o consumo da gordura interesterificada impacta o organismo de maneira pior que a margarina antiga, que era parcialmente hidrogenada e cheia de gorduras trans (margarinas)! Ela altera o metabolismo do ser humano de maneira negativa, gerando distúrbios metabólicos como o desregulamento do metabolismo da insulina e o aumento da glicose sanguínea em até 20% dentro de um mês, como foi constatado por Sundram, o autor de um dos estudos no qual a gordura interesterificada foi reprovada em um teste de performance metabólica.  Isso merece um selo de advertência nas embalagens dos produtos, como é feito com os cigarros, não apenas nas gorduras trans!!!

Segundo a FDA em um comunicado recente:

Os óleos vegetais parcialmente hidrogenados, principal fonte das gorduras trans nos alimentos processados, não são considerados seguros para consumo humano”. São fontes presentes em pizzas, óleos de cozinha, margarina, biscoitos, bolos e tortas nos supermercados nos EUA.

Banner 2

 

E para finalizar, uma ótima notícia… Eu vou te dar de presente meu novo ebook sobre dieta low-carb e cetogênica, aproveite para baixar GRÁTIS agora —>>> clique AQUI

Quer também ficar por dentro de tudo que está acontecendo de melhor no mundo da nutrição? Aproveite AGORA para seguir meu canal do youtube —–>>> Clique AQUI para seguir meu canal do youtube.

Outra notícia boa… Você está querendo emagrecer, mas está tendo dificuldades?? Então faça o coaching de emagrecimento para perder peso com tranquilidade de um jeito que você nunca tentou antes.

Me mande uma mensagem e agende uma consulta o quanto antes 😉

                          (11) 97533-8525                               

     Atendimento personalizado – Até 10x no cartão

Inscreva-se para receber artigos como este por e-mail!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Oi, eu sou o Caio Fleury, autor do blogSolicite atendimento personalizado em até 10x no cartão pelo meu Whatsapp ou cadastre seu email grátis, para ganhar meu novo e-book.

Junte-se a milhares de pessoas, ganhe motivação, exclusividade e controle da sua vida

Você está com dificuldades para perder peso?
Faça um atendimento personalizado em até 10x no cartão!

Converse comigo pelo Whatsapp: (11) 97533-8525

Atenção: Para receber o meu e-book GRATUITO sobre dieta low carb e Cetogênica, cadastre seu email abaixo!

×