Increva-se para receber conteúdo novo por email

Dieta cetogênica no tratamento do câncer

Samantha Chang
Examiner.com

Uma das pesquisas mais interessantes que apareceram nos últimos anos a respeito da dieta cetogênica e low carb tem sido na área de tratamento de câncer. Os resultados são tão promissões que novos remédios “cetônicos” estão sendo fabricados.

Uma dieta cetogência é rica em gorduras, baixa em carboidratos e moderada em proteínas, que foi desenvolvida inicialmente em 1920 no Hospital John Hopkins para tratar a epilepsia. Algumas crianças com convulsões tiveram muito sucesso com a dieta, frequentemente quando os remédios não tiveram sucesso.

Hoje, os princípios da dieta cetogênica, principalmente usando o óleo de coco como a gordura principal estão sendo usando para tratar doenças neurológicas, como Alzheimer, assim como no tratamento de câncer, com sucesso.

A motivação principal para desenvolver drogas que imitem o efeito da dieta é porque é considerado “difícil” seguir a dieta. Nós temos toda uma geração agora que é viciada em açúcar e carboidratos refinados, então se cada um puder tomar um remédio ao invés disso, isso é visto como preferencial.

apple pie

Infelizmente, os princípios da dieta cetogênica já foram de conhecimento comum no passado, como mostra em um clip popular nos anos 60, com o show de Andy Griffith. A torta de maçã da Tia Bee é vista como algo que temos consumir com moderação ou mesmo não consumir, por causa dos perigosos “carboidratos e glicose”, enquanto o bolo de carne é visto como saudável.

Mulher luta contra câncer no cérebro fatal usando dieta cetogênica low carb sem químio

Alix Hayden tem câncer cerebral, mas ao invés de se submeter à cirurgia e quimioterapia, ela está lutando com uma dieta cetogênica, baixa em carboidratos e alta em gordura e tem tido sucesso até então.

Em uma entrevista exclusiva, Hayden discutiu a sua terapia metabólica e como navegar pelo câncer com uma atitude positiva.

Alix, diretora de operações em uma firma de pesquisa bioquímica “Phenomenome Discoveries” em Sasktoon, Canada, foi diagnosticada com câncer cerebral em agosto de 2012.

Ela tem seguido uma dieta cetogênica (que é bem restrita em carboidratos, alta em gordura e moderada em proteína) desde fevereiro de 2013, que segundo o Dr. Dominic D”Agostino, faz com que as células cancerígenas morram de fome.

Alix

Isto ocorre porque as células do nosso organismo podem usar tanto gordura quanto glicose (um carboidratos), mas as células cancerígenas dependem de glicose e não podem sobreviver com os corpos cetônicos. Então, ao limitar os carboidratos – que se transformam em glicose no organismo – nós matamos de fome as células do câncer.

“Quando nós restringimos os carboidratos na nossa dieta, nós podemos prevenir picos de glicose e insulina no sangue, que são pró- inflamatórios”, explicou D’Agostino, que tem um PhD em fisiologia e neurociência.

“A supressão de glicose sanguínea e picos de insulina pode ser muito eficaz quando lidamos com doenças crônicas.”

“Carboidratos são devastadores para o cérebro”

Uma dieta cetogênica já se provou efetiva em produzir uma perda de peso rápida, no tratamento de epilepsia e protegendo a saúde cerebral. O neurologista Dr. David Perlmutter, autor do livro Dieta da Mente, me disse que a dieta cetogênica previne – e em alguns casos reverte – a doença de Alzheimer e ADHD (déficit de atenção e hiperatividade).

Carboidratos são devastadores para o cérebro”, disse o Dr. Perlmutter “Mesmo pequenas elevações no açúcar sanguíneo tem sido demonstradas em aumentar o risco de Alzheimer”.

Dr. Jeff Volek, autor do The Art and Science of Low-Carbohydrate Living – “A Arte e Ciência de Viver com Poucos Carboidratos”, sem tradução no Brasil, me disse que as dietas cetogênicas aceleram a perda de peso, revertem a diabetes tipo 2 e previnem doenças cardíacas e câncer.

“Existem muito poucas pessoas que não podem ser ajudadas por uma dieta cetogênica” – Dr. Volek.

O tumor de Alix não se espalhou

A dieta de Hayden é aproximadamente 65% gordura, 30% proteína e 5% carboidratos. O seu tumor cerebral não ficou menor desde que ela começou a dieta cetogênica, mas também não aumentou – o que é um ótimo sinal.

Alix, que em seus trinta anos, faz um MRI a cada seis meses e está postergando a quimioterapia e radiação, já que seu tumor cerebral foi classificado como de crescimento lento. Hayden criou um blog chamado Greymadder para contar seu processo de recuperação do câncer, o que a tornou um tipo de celebridade de Internet.

Pergunta: Você tem seguido a dieta cetogênica há mais de um ano agora, para tratar o seu câncer. Como você está se sentindo?

Eu me sinto muito bem. Eu experimentei um período de ajuste, cerca de duas semanas quando eu comecei a dieta cetogênica, que me pareceu como se estivesse com gripe. Depois disso, eu fiquei chocada como minha energia retornou rapidamente.

Como sempre tivemos um interesse em saúde e fitness, meu marido e eu ficamos surpresos ao observar as mudanças na minha gordura corporal, ao ver os níveis de cetose mantidos no meu sangue, assim que eu me adaptei à dieta. Depois de sete meses seguindo a dieta, meu marido olhou para mim e disse: “Sabe, eu acho que você está, sem dúvidas, mais saudável do que era há um ano, mesmo considerando o tumor cerebral!”

Pergunta: Por que você decidiu seguir a dieta cetogênica para tratar o seu câncer?

Após seis meses do meu diagnóstico, eu comecei a procurar sobre intervenções ligadas ao estilo de vida. Eu trabalho com pesquisas bioquímicas, em câncer, e por alguns meses após o meu diagnóstico eu me senti como se minha máquina mental estivesse parada.

Eu sei, pelo trabalho na minha empresa, que a dieta e estilo de vida afetam os fatores metabólicos e que esses tem um efeito direto na saúde e nos riscos de saúde. Eu sabia que as intervenções no estilo de vida têm tanto efeito no tratamento e prevenção quanto outras modalidades, só me levou um tempo para fazer algo sobre isso.

Assim que eu comecei a pesquisar online, eu acabei encontrando o trabalho do Dr. Thomas Seyfried, da Universidade de Boston, que pareceu um pregador para o meu coro. Ele publicou um trabalho sobre o câncer como uma disfunção metabólica e ao ler o trabalho dele, fui levada a ideia de usar a dieta cetogênica para tratar do câncer, particularmente, o câncer cerebral.

Pergunta: Seus médicos tem alguma opinião sobre sua terapia por meio da dieta?

Não. Eu contei a todos os meus médicos, meu oncologista, meu neurocirurgião, meu neurologista, sobre a minha dieta. Eu não pedi ajuda a eles ao adotá-la, eu simplesmente comecei devagar e senti que tinha boas informações o suficiente para tratar disso sozinha. Eu também não estava fazendo nenhum outro tratamento naquela época.

Eu estou em um programa de “espera assistida”, desenhado para monitorar a progressão do tumor, então eu estava em uma posição onde eu não precisava ficar preocupada com os efeitos do tratamento. Um dos meus médicos, quando eu contei o que estava fazendo após alguns meses, disse: “Nós todos podemos nos beneficiar em cortar o açúcar”. Foi essa a extensão da minha conversa com os médicos sobre isso.

Pergunta: Como é um dia típico das suas refeições?

Normalmente, eu começo o meu dia com um bom café da manhã, com um café ou um café gelado suplementado com óleo MCT ou óleo de coco e creme de leite fresco. Junto com isso, eu consumo umas quatro farias de bacon e meio abacate, ou iogurte grego integral.

Eu frequentemente faço um muffin de linhaça que fica pronto rápido no forno, o qual consumo metade como um lanche da manhã. O almoço é tipicamente uma salada com peixe ou frango. Os lanches costumam ser macadâmias ou queijo. O jantar envolve algum tipo de carne, os cortes gordos de preferência, e geralmente dois tipos de vegetais verdes, por exemplo, espinafre salteado e uma salada, com um arroz de couve flor de acompanhamento. Eu faço salteado na manteiga, e no final do dia tomo uma bebida quente com creme ou uma bebida fria contendo mais óleos.

Pergunta: Você me parece tão animada. Como você mantém uma atitude positiva durante estes tempos difíceis?

Eu acredito que eu seja muito sortuda, por ser uma pessoa positiva naturalmente. Minha situação é uma em que este padrão de espera pode continuar (e espero que continue) por um bom tempo, então eu tentei me ajustar para um novo normal e entender que eu não estou “mais doente” do que eu estava há dois anos, eu já tinha o tumor naquela época, eu simplesmente não sabia.

Eu tento não ver isso como uma mudança fundamental da minha identidade como uma mulher de sucesso com uma carreira e uma família querida. Ás vezes eu tento ignorar ou esquecer. Ás vezes funciona melhor brincar sobre isso. Ás vezes é assustador e esmagador e eu tenho que começar tudo de novo.

Pergunta: Você tem algum conselho para outros pacientes com câncer que podem estar considerando a dieta cetogênica?

Eu sempre recomendo que todo mundo faça sua própria pesquisa, e converse com seus médicos e, é claro, considere quanto a mudança na dieta pode afetar os tratamentos vigentes. Existem bons profissionais alimentares que irão ajudar e oferecer conselhos, existem alguns disponíveis online (nos EUA) que se especializam em alimentação para o câncer. É provavelmente mais responsável buscar a ajuda e conselhos de um especialista.

Mas principalmente, eu penso que nos temos que ser responsáveis pelos nossos próprios caminhos na vida, e finalmente, é a sua vida, você deve fazer o que julga ser correto e confiável e não ser desencorajado pelos negativistas. Tomar ação é bom. Tomar controle é bom. Eu posso apenas falar pela minha experiência, mas eu me sinto mais saudável com esta dieta, e isso é bom.

Outra notícia boa… Você está querendo emagrecer mas está tendo dificuldades?? Então faça o coaching de emagrecimento para perder peso com tranquilidade de um jeito que você nunca tentou antes.

Me mande uma mensagem e agende uma consulta o quanto antes 😉


 

                                                      Atendimento personalizado – Até 10x no cartão

Inscreva-se para receber artigos como este por e-mail!

48 Comentários

  1. Itamar disse:

    Puxa vida, tenho lido ultimamente sobre cortar carboidratos e me surpreendo cada vez mais.
    Tenho DDA e li o “Dieta da Mente” onde o autor diz que carboidratos são um veneno para o cérebro, inclusive ligando o excessivo consumo de açúcares ao Alzheimer.
    Agora esses estudos sobre dieta cetogênica combatendo câncer.
    Vi pesquisas sobre como cortar açúcar ajuda combater epilepsia.
    Vi alguns estudos sobre como cortar açúcar tem um efeito muito melhor para controlar a hiperatividade de crianças do que a ritalina.
    Definitivamente vou adotar uma dieta low carb.

    • Aulo Pércio disse:

      gostaria de entender se estamos falando de consumo nenhum de carboidratos para combater o câncer ou em consumo de 5%. Caso seja 5%, o que equivaleria a 5% em uma semana? o que consumir?

      • Bruna e Caio disse:

        Se o pouco consumido for na forma de vegetais fibrosos como os vegetais verdes os carboidratos dificilmente são digeridos. A dieta cetogênica por definição consiste em menos de 30-40g/dia de carboidratos na forma de vegetais.

  2. Aulo Pércio disse:

    Tenho procurado no facebook pessoas com câncer que tem adotado a cetogênica, para ter com quem conversar sobre receitas e resultados obtidos em relação ao câncer, para procurar ter um contato maior com tal grupo. No entanto, só encontro grupos que fazem a dieta cetogênica em relação a tratamento de epilepsia. Há alguma rede social com este grupo que se unem em discussão a cetogênica como tratamento ao câncer? Quem sabe isso mostre pessoas próximas, esse contato e esse apoio me parece importante, principalmente quando você tem toda uma medicina medicamentosa te empurrando para quimioterapia….

    • Bruna e Caio disse:

      LCHF no face. Abs

      • nelci disse:

        Será que nao tem nenhuma pagina no face em Sobre LCHF em Português? Eu falei pro meu Nutrólogo sobre eu fazer essa dieta pra câncer, mas ele nao me aconselhou, disse que nao é saudável.Acho que no Brasil nao vou encontrar nenhum medico que me indique essa dieta.

    • Joicy nobrega disse:

      Aulo, vou começar esta dieta na segunda, e tenho câncer, vamos ver no que vai dar.

    • marina nova mello disse:

      Olá, fui diagnosticada com carcinoma da adrenal T4, me indicaram cirúrgia, não aceitei. Então, comecei a dieta por conta própria, estou bem , não tenho dores, porém, ainda não fiz novos exames para medir a evolução oou involução do tumor. Fui dagn[osticada dia 26/03/2017, Faz 19 dias que faço a dieta. é isso, não sei se te ajudei. Boa sorte pra nós! Abraços
      .

      • Caio Fleury disse:

        Tratamento médico indispensável… A dieta foi testada apenas em alguns tipos de câncer e geralmente funciona melhor no estado inicial da doença. Obrigado

      • Sheila disse:

        Olá Marina como vc está tem como vc entrar em contato comigo pois gostaria muito de saber sobre sua evolução no tratamento pois tenho minha amiga que está doente e preciso muito ajuda la no facebook Sheila Coimbra te aguardo.

  3. Sílen disse:

    Parabéns pelo excelente post! Publiquei-o em meu blog com os créditos a vocês.
    Caio, sei que o e o assunto não é pertinente, mas vi que cursou universidade em Queensland e estou pensando em tentar tirar o visto para estudar Naturopatia em Brisbane. Gostaria de saber se foi lá que você morou e a sua opinião sobre como é morar na Austrália?

    • Bruna e Caio disse:

      Oi Sílen,

      Foi na Gold Coast. É ótimo, mas prefiro o sotaque americano! rss

      Obrigado

      Abraços

    • Nadia Maria dos Santos de Oliveira disse:

      Oi Silen… morei na Australia de março de 2015 a março de 2016…tive uma experiência fantástica com naturopata…se vc puder ir vá..eu morei em Perth….só em Perth deve ter umas 3 escolas naturopatas…e lá existe vários consultório eu fiquei maravilhada!!!Boa Sorte!

  4. Itamar disse:

    Sou o cara do comentário do dia 21/01, voltei aqui só para relatar o que aconteceu comigo depois que comecei uma dieta low carb.
    Comecei uma dieta de 2500 calorias/dia, com cerca de 80g/dia de carboidratos na época do primeiro comentário.
    Nunca tive problemas com peso, meu objetivo com a dieta é qualidade de vida mesmo. Mesmo assim emagreci 8 kg quase que sem querer e é nítido que foi redução de gordura e não perda de massa muscular. Minha circunferência abdominal diminuiu bastante.
    Mas, o principal e mais importante, minha vida mudou, tenho mais energia e disposição para a vida. Hoje, quando acordo indisposto é porque fui dormir tarde e/ou porque comi alguma besteira no dia anterior (como aconteceu hoje, pois ontem foi páscoa e acabei comendo chocolate e fui dormir tarde).
    Meu humor era péssimo, tinha flutuações e alterações impressionantes. Meu humor mudava tanto de uma hora para outra que eu pensava ser bipolar.
    Desde que comecei a dieta isso acabou, meu humor fica estabilizado o dia inteiro e mais ainda, os problemas do dia a dia me afetam muito menos.
    Quando tenho problemas, já não fico mal como antes. Até o pessoal do escritório comentou o quanto meu humor melhorou.
    Tenho a impressão que meu DDA melhorou, mas ainda acho um pouco cedo para afirmar qualquer coisa, até porque os suplementos que o Dr. Perlmutter recomenda chegaram a pouco tempo.
    Parei de sentir fome, fico confortável com meu estômago o dia inteiro. Aquele desespero por comida desapareceu.
    Fica aqui o relato, se alguém estiver com receio de experimentar, pode ir sem medo e se surpreenda com os resultados.
    Também não achei difícil seguir a dieta.

  5. rodolfo disse:

    A dieta cetogênica é ótima esta mais que provado ,para cancer é ótimo…veja os videos dr Lair Ribeiro,e outros médicos,a medicina de hoje não quer que você se cure porque tem por traz a industria farmacêutica,tem que vender remédio,para a cura do cancer é fácil ,faça essa dieta, mais alcalinizar o sangue ,oxigenar o sangue(ozónio auto hemo terapia,peroxido de hidrogênio,von-ardenne,respiração ( ioga )etc,cortar açucar,carboidrato,glutem,leite e derivados.Veja bem o tumor só cresce onde não tem oxigenio,glicose,acidez.Para matar um tumor. Oxigenar o sangue ,alcalinizar aumentar o PH,e tirar a glicose,o tumor perde seu poder de crescimento e vai se comendo ele próprio até sumir,não se assuste com o nome cancer ,tumor é apenas uma infecção normal só aparece quando um orgão esta debilitado (acido,PH baixo,sem oxigenio)essa é minha opinião….

  6. Maria Lúcia disse:

    Por enquanto estou só tirando conclusões, a respeito desta dieta. O que tenho feito é alcalinizar o sangue tomando (água com Cloreto de Maguinesio e bicarbonato de sódio) e estou muito melhor em tudo fisicamente…me sentindo forte saudável pois antes de tomar esta agua,eu não conseguia nem limpar uma casa que me sentia fraca e passava mal, subia a pressão arterial e tinha muito mal estar. Hoje faço de tudo e me sinto muito bem graças à DEUS

  7. Osmar S. Miranda disse:

    Amigo(a)s, estou seguindo a Dieta Cetogênica a quase 2 meses, pesava 94k, atualmente peso 82k, minha vida mudou em todos os sentidos, alem de perder 12kilos em menos de 2 meses sem passar fome e sem fazer nenhum tipo de exercício físico, o que eu achava impossível. Me sinto mais feliz, de bem comigo e com a vida, muito mais animado e sobretudo feliz por colocar aquelas roupas que gosto mas não podia pois ficavam mal devido a minha circunferência abdominal de 120cm. Estudo muito a respeito da Cetose e creio que a idéia de que se deve comer doces e muitos carboidrato seja coisa do mercado afim de vender McDonalds e Elma Chips e remédios, fazendo de nós meros números e aumentando a cada dia os lucros de uma minúscula minoria bilionária a custa da desgraça de toda a população mundial.

  8. Gilmario Arruda disse:

    Gostaria de entrar em contato com alguém para saber mais a respeito de alimentação Cetogenica

  9. Marcel disse:

    Pessoal, tenho duas dúvidas sobre a dieta cetogênica:

    1. Ela também é possível de ser realizada por animais, como cães?
    2. Quero fazer um período e avaliar o resultado. No entanto eu vi que algumas pessoas dizem que ela é restrita a 15 dias, outras dizem 30…isso procede?

    Parabéns pela iniciativa, e obrigado pelo espaço!

  10. Nelio Mesquita disse:

    A matéria é de 2014…
    Alguma evolução no tema ?

  11. Paulo BTGA disse:

    Caros amigos, gostaria que alguém me informasse quanto tempo posso fazer a dieta cetogênica sem contraindicações, pois tenho dois tumores no fígado.

  12. Leonice disse:

    Estou na dieta a dois meses
    Evolução do cancer era de 300 por cento a tres meses atras
    Agora esta estacionado.
    Acredito q a partir de agora vai comecar a regredir.
    Ja perdi 8 kilos em dois meses.
    Estou muito feliz com esses resultados. recomendo.

  13. Thiago disse:

    Alguém sabe se ela é eficiente contra o linfoma?

  14. Rafael vieira disse:

    Alguem sabe se serve p tumor no ombro (sarcoma), esta no meu osso w esta deichando meu ombro parecendo um joelho de tão grande que está meu ombro é vermelhado em volta…. estou fazendo o quê minha fazendo quimioterapia mas gostaria de saber se essa dieta serve também para câncer no osso

    • Nãdia disse:

      Olá Rafael, minha enteada tem sarcoma no joelho. Quanto à dieta, ela é boa pra todos. Minha enteada começou a comer menos doces e voltou a ter movimentos mais seguros e fazer educação fisica sem acidentes, melhorou a pele e cabelo, ganhou peso e saúde. Mas a dieta cetogenica ainda não fizemos por ela ter 13 anos e é viciada em arroz e bolo. Junto a isso começamos a fazer auto hemoterapia nela, resultado: acabaram as espinhas e não voltaram, controlou menstruação e com certeza aujou na imunidade que era baixissíma. Você pode fazer alcalinização de água, tomar iodo lugol na agua, usar cloreto de magnésio, fazer a dieta, incluir vitC das formas que puder e fazer a dieta cetogenica. Vai ser o maior sucesso pra sua vida, seu corpo vai agradecer muito e provavelmente ir se curando aos poucos. Alerta vermelho: se toma, então pare- REFRIGERANTE E SUCOS ENVASADOS !!!!. Que nojo tenho da industria por isso, mas enfim, tem muito açucar esses produtos e arrasam os nossos ossos. Abraço, Deus te abençoe e vc seja curado. Faça sua parte.

  15. laura teixeira disse:

    No you tube o Lair Ribeiro fala sobre cetogenica e cancer.

  16. Selma disse:

    Rodolfo pode me passar seu email. Obrigada

  17. Debora disse:

    Olá. Estou com câncer de mama. Descobri faz 15dias. Vou começar a quimioterapia mas me interessei pela dieta cetogenica. Alguém poderia mandar para o meu email como iniciar?
    Abços a todos.

  18. Mourad disse:

    boa tarde pessoal, ha 6 anos fui operado de prostatectomia radical, devido adenocarcinoma de prostata, dois anos depois fiz radioterapia, e ainda assim meu PSA continuava a crescer,ja fiz 9 aplicacoes de ozonio, e a 3 dias dieta cetonica, vou repetir meus ex dentro de duas semanas e falo pra vcs. As cel cancerigenas adoram açucar e odeiam oxigenio…

  19. Carol disse:

    alguém sabe me informar médicos que tratam de pacientes com câncer com essa dieta?

  20. Rosana disse:

    Olá…me chamo Rosana gostaria de receber o cardápio dessa dieta.Obrigada!

  21. José roberto Alves disse:

    Gostaria que alguém me ajudace a conseguir está dieta , estou econômica mente falido .de precivo sou fumante quero parar e não consigo enfunsao disto estou diabético obeso por favor me ajudem.

  22. Soeli disse:

    Ola pessoal, descobri câncer de mama grau 2, vou começar a fazer a quimioterapia. Vou aliar à dieta cetogenica. Gostaria de receber cardápio receitas… Me ajudem, por favor…
    Abraços!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *