Increva-se para receber conteúdo novo por email

Coisas que você não sabe sobre a carne

Por: Mark Sisson

 

Com o guia definitivo das últimas semanas e o acompanhamento de peixes, um leitor me perguntou sobre o N-óxido de trimetilamina, ou TMAO. O que é isso?

O TMAO é a mais recente justificativa dada para você pensar que comer carne é ruim para a saúde. Culpar a gordura saturada não deu certo. Apontar o dedo para a proteína animal não funcionou. Culpar o ferro foi um fracasso também (embora ferro em excesso possa ser sinal de problemas no corpo). Incriminar o IGF-1 não deu certo, já que uma dieta carnívora reduz a IGF-1. Metionina também não foi suficiente, já que adicionar colágeno na dieta resolve seu possível excesso. Então agora eles estão usando o TMAO para convencê-lo a não comer um bife.

Como é que isso e como funciona?

Como o TMAO acontece

Quando certas bactérias intestinais encontram a colina (encontrada nos ovos e no fígado) ou carnitina (encontrada na carne, especialmente carne vermelha), algumas delas são convertidas em trimetilamina ou TMA. O TMA é o composto que dá ao peixe seu “odor de peixe”. O peixe é realmente extremamente alto em TMA, que discutirei mais adiante. Então, o fígado converte uma porção do TMA em TMAO. Estudos demonstraram que níveis séricos elevados de TMAO estão ligados a doenças cardíacas, diabetes tipo 2, doenças renais e até mortalidade por todas as causas. Definitivamente, há alguma heterogeneidade entre os estudos, mas um número suficiente encontrou uma forte conexão entre o TMAO e todos os tipos de más condições de saúde.

Ok, qualquer coisa que contenha colina ou carnitina aumentará o TMAO, o que, em teoria, deve aumentar o risco de doença cardíaca. Certo? Vamos examinar.

Precursores dietéticos de TMAO e seus efeitos na saúde

Ovos. A melhor fonte de colina precursora de TMAO em nossa dieta – ovos – Na teoria, deve disparar absolutamente os níveis de TMAO. Só que isso não acontece…

Três ovos por dia não afetam os níveis de TMAO, mesmo que aumentem os níveis de colina e o colesterol bom HDL.

Tudo bem, talvez a colina tenha passado batido pelas bactérias intestinais produtoras de TMA nesse estudo, mas e se você mudar rapidamente as pessoas de uma alimentação com aveia no café da manhã para ovos? Certamente coisas ruins vão acontecer, certo?

Não. Comer ovos em vez de aveia não afeta os níveis de TMAO. Porém, aumenta os níveis de carotenóide e colina, além de melhorar marcadores de saúde das pessoas.

Fígado. Ok, o fígado tem que causar prejuízo! Possui altos níveis de carnitina e colina. Só que não: se alimentar com fígado (entre outros alimentos) para os homens não aumenta os níveis de TMAO.

Carnitina. Esqueça a carne. E se você for direto ao precursor ofensivo e der às mulheres uma grande dose diária de carnitina por, não sei, 24 semanas? Certamente fará algo ruim.

Só que não. TMAO disparou, uma indicação de que as bactérias intestinais dessas mulheres estão convertendo carnitina em TMA e TMAO, no entanto, os diversos marcadores de saúde não são afetados. A proteína sérica C reativa, interleucina-6, L-selectina, P-selectina, molécula de adesão celular vascular-1, molécula de adesão intercelular-1 e marcadores de perfil lipídico não são afetados.

Se a conversão bacteriana intestinal de carnitina em TMAO fosse o principal fator de risco para doenças cardíacas, você esperaria ver alguns dos fatores de risco cardiovascular dessas mulheres alterados. Eles esperaram até seis meses, mas nada aconteceu.

Tudo bem, mas talvez haja um intervalo entre o aumento do TMAO e alterações prejudiciais à saúde. Não. Eles seguiram as mesmas mulheres após a interrupção da suplementação de carnitina. Os níveis de TMAO caíram, mas os marcadores de saúde permaneceram os mesmos. Nenhuma mudança.

E aqui está um estudo em que eles usaram carnitina para aumentar os níveis de TMAO em pacientes em diálise. Não apenas nada de ruim aconteceu, mas a carnitina até reduziu marcadores de lesões vasculares. Mais TMAO = melhor saúde.

Frutos do mar. Como mencionei anteriormente, peixes e mariscos são pré-contaminados com o precursor do TMAO, o TMA. É o que dá o odor característico de peixe e definitivamente é convertido em TMAO. De fato, um estudo em humanos de alguns anos atrás descobriu que alimentar as pessoas com peixe aumentou os níveis de TMAO em 60 vezes. Um estudo mais recente chegou a concluir que níveis elevados de TMAO são um marcador confiável para a ingestão de bacalhau. Quanto mais peixes você comer, mais TMAO seu corpo processará.

Se você alegar que o TMAO é perigoso e causa doenças cardíacas, defenda que o peixe é perigoso e causa doenças cardíacas. Todas as evidências que temos apontam na direção oposta – que peixes e mariscos são protetores contra doenças cardíacas.

Então, por que o TMAO está vinculado a problemas de saúde?

Como explicar a conexão entre aumento do TMAO e problemas de saúde cardíaca?

Este estudo liga à fibrilação atrial.

Este estudo liga ao derrame.

E este está prevendo eventos cardíacos.

A conexão está ai. E em modelos animais, o TMAO parece aumentar mecanicamente a aterosclerose. Os ratos que receberam dosagem de TMAO para aumentar a aterosclerose foram geneticamente modificados para serem portadores de ApoE, uma linhagem de camundongo que sofre de doenças cardíacas com muito mais facilidade, mas ainda assim a conexão não é causal.

Repetindo, a conexão não é causal. É uma observação. Não há estudos controlados que ofereçam alimentos (ou mesmo suplementos) para as pessoas que aumentam o TMAO e aumentam a doença ou causam morte. Não existem estudos observacionais prospectivos em que eles acompanhem a ingestão de alimentos de um grupo, com os níveis de TMAO e a morte/ doença ao longo do tempo.

Você sabe o que eu penso (e sempre pensei)?

TMAO alto pode ser um marcador de doença metabólica. Isso pode indicar função renal inibida, uma vez que os rins são uma resposta ao descarte do excesso de TMAO. Pode indicar problemas de saúde em geral.

As evidências mais recentes confirmam o que eu suspeitava há muito tempo: a razão pela qual os altos níveis de TMAO estão ligados à doença cardiovascular e à mortalidade geral é que tanto o diabetes tipo 2 quanto a doença renal crônica causam níveis elevados de TMAO. A causalidade é INVERTIDA.

Qual é um dos principais trabalhos do rim? Excretar resíduos e toxinas. O que acontecerá se o rim começar a falhar ou perder seu funcionamento? O material que costumava ser excretado começa a se acumular. O TMAO deve ser excretado na urina pelos rins. Se os rins não estão funcionando, os níveis de TMAO disparam.

Mas mesmo assim, o alto TMAO não é necessariamente uma coisa ruim. Confira o estudo ao qual vinculei anteriormente, onde as mulheres recebiam carnitina todos os dias. Seus níveis de TMAO dispararam, mas nada de ruim aconteceu. Nenhum marcador de saúde piorou. Em um estudo, eles até melhoraram.

A mensagem para você levar para casa

Este é o barato da biologia. Existem dezenas de razões pelas quais o TMAO pode ser elevado, algumas ruins, outras inofensivas, outras boas.

Simplesmente, não existem evidências confiáveis ​​de que o aumento do TMAO via peixes, ovos, fígado ou carne, faça algo desagradável à sua saúde. A evidência simplesmente não existe. Há muito mais evidências de que comer peixe, ovos, fígado e carne melhora sua saúde.

É isso por hoje, pessoal. Se você tiver mais perguntas sobre o TMAO, deixe-as abaixo. Até lá, aproveite sua colina e carnitina!

Obrigado pela leitura.

E para finalizar, uma ótima notícia… Eu vou te dar de presente meu novo ebook sobre dieta low-carb e cetogênica, aproveite para baixar GRÁTIS agora —>>> clique AQUI

Quer também ficar por dentro de tudo que está acontecendo de melhor no mundo da nutrição? Aproveite AGORA para seguir meu canal do youtube —–>>> Clique AQUI para seguir meu canal do youtube.

Outra notícia boa… Você está querendo emagrecer, mas está tendo dificuldades?? Então faça o coaching de emagrecimento para perder peso com tranquilidade de um jeito que você nunca tentou antes.

Me mande uma mensagem e agende uma consulta o quanto antes 😉

                          (11) 97533-8525                               

     Atendimento personalizado – Até 10x no cartão

Inscreva-se para receber artigos como este por e-mail!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Oi, eu sou o Caio Fleury, autor do blogSolicite atendimento personalizado em até 10x no cartão pelo meu Whatsapp ou cadastre seu email grátis, para ganhar meu novo e-book.

Junte-se a milhares de pessoas, ganhe motivação, exclusividade e controle da sua vida

Você está com dificuldades para perder peso?
Faça um atendimento personalizado em até 10x no cartão!

Converse comigo pelo Whatsapp: (11) 97533-8525

Atenção: Para receber o meu e-book GRATUITO sobre dieta low carb e Cetogênica, cadastre seu email abaixo!

×