8 ervas que realmente funcionam

Por Mark Sisson

Com tantas modalidades de tratamento testados ao longo dos anos, alguns foram testados por milhares de anos, mas as pessoas são muito curiosas para saber se algumas das dicas naturais e recomendações escritas na literatura antiga ainda são comprovadas nos dias de hoje.

A sabedoria médica convencional assume que a medicina antiga é apenas uma superstição, que mais que cem anos atrás cada profissional de saúde e paciente vivia sob uma ilusão coletiva maciça. Dizem que se os antigos fizeram tudo certo foi através de pura sorte.

Toda a sabedoria ancestral pode ser inútil? Alguns tratamentos mais antigos foram colocados à luz do escrutínio científico, e muitos deles foram suportados pela ciência. No post de hoje, eu vou submeter o mundo antigo de ervas Ayurveda ao mesmo escrutínio científico.

Primeiramente transmitido através de tradições orais e mais tarde através de escritos, Ayurveda existe a pelo menos 5000 ac. Será um efeito placebo histórico? Vamos ver o que os estudos em humanos têm a nos dizer sobre algumas dessas ervas.

8 Aryuvedic Herbs That Actually Work Final

1. Cúrcuma

 

Sua avó pode conhecer o açafrão e saber o quão bom ele é suposto ser para você. Ela pode não ser capaz de dizer o que ele realmente faz, mas ela sabe que é bom. Ayurveda sabe, no entanto. Ele já é conhecidos há milhares de anos como um anti-inflamatório suficiente para, por vezes, substituir analgésicos. Ele pode reduzir os sintomas de depressão, mesmo em pacientes com depressão clínica. Ele mostra eficácia neuroprotetora em modelos animais com doença de Alzheimer, epilepsia, e outros grandes distúrbios neurológicos. E é delicioso. Colocar pimenta preta para torná-lo ainda mais eficaz como anti-inflamatório.

2. Ashwagandha

 

Uma das mais antigas ervas Ayurveda, ashwagandha promove uma resposta saudável ao estresse. O stress é um grande problema no mundo moderno. Todos concordam. O grande problema não é o que causa o estresse, mas como reagimos a ele. Você pode tentar reformular o estresse em sua mente ou aprender a ser menos críticos e reativo e mais presente. Você também pode tomar a avô das ervas Ayurveda, ashwagandha. Ashwagandha é uma erva adaptogênica, o que significa que promove uma resposta ao estresse saudável.

O estresse acontece e você não pode evitá-lo. Ayurveda reconhece isso e oferece ashwagandha como um aliado para lidar com isso. Seja o impacto negativo na fertilidade, produção de hormônios sexuais alterada, a resposta ao treinamento de resistência, ou o pico de cortisol e ansiedade, ashwagandha ajuda a reduzir os efeitos negativos do estresse sobre a nossa saúde e felicidade. Ele basicamente faz com que o estresse oxidativo seja menos intenso.

3. Bacopa Monnieri

 

Bacopa monnieri chama atenção da multidão de TI nos Estados Unidos por seus efeitos benéficos e consideráveis ​​sobre a memória, mas o pessoal ligado a tecnologia não descobriram  suas qualidades nootrópicos antes do povo antigo; há milhares de anos curandeiros ayurvédicos prescreveram para melhorar a saúde mental e cognição. Se você é um idoso que sofre de perda de memória, ou uma pessoa mais velha que é saudável, ou mesmo um adulto jovem, sem queixas, Bacopa monnieri pode aumentar o seu foco e memória de trabalho.

4. Santo manjericão

 

Fazer pesto com isso é sinal de sorte no amor, pelo menos de acordo com ervanárias tradicionais de Ayurvedica que usaram manjericão sagrado como um poderoso afrodisíaco. Em coelhos, manjericão sagrado é um impulsionador potente de testosterona. Nos seres humanos, os efeitos sexuais não foram testadas ou confirmadas. O que foram confirmados são os impulsos para a função imunológica e controle de glicose no sangue, edução de ansiedade e sintomas depressivos.

Dito isto, um amigo meu jura que o manjericão melhorou sua testosterona e libido (apenas alguns depoimentos). Aqui está o modo de usá-lo:

  • 1 colher de sopa de folhas de manjericão santo seca (também comumente disponíveis em mercearias indianas).
  • 1 colher de chá de óleo de coco.
  • 8 onças de água.

Traga todos os três ingredientes para ferver por cinco minutos, cubra e deixe descansar por mais 5. Coe as folhas e beba.

5. Tribulus

 

Tribulus terrestris ganhou notoriedade entre os fisiculturistas por sua aparente capacidade de aumentar a testosterona. Na verdade, porém, a evidência para um efeito na testosterona nos seres humanos é inexistente. Parece aumentar a rigidez da ereção e bem-estar sexual possivelmente pelo aumento da densidade do receptor de andrógeno a atividade andrógena no cérebro.

6. Gotu Kola

 

Gotu Kola soa como uma estranha Pepsi cola, mas é uma erva potente com forte evidência de sua eficácia contra uma série de condições. Em primeiro lugar, ela é imperdível para pacientes com insuficiência venosa crônica. A erva melhora o inchaço, problemas de microcirculação, e problemas de fluxo de sangue que acompanham a insuficiência venosa crônica. Ela também pode aumentar a vigilância em adultos mais velhos, reduzir a ansiedade e induzir calma em  situações de susto (levá-lo antes de um filme de terror para resistência adicional).

7. Boswellia Serrata

 

Alguns realmente classificam a  Boswellia serrata como um “Fitofarmacêutico,” é tão eficaz contra a inflamação, especialmente a inflamação das articulações. Na osteoartrite do joelho,  Boswellia serrata reduz a rigidez articular e dor e melhora todos os outros sintomas. Em um estudo controlado por placebo de pacientes asmáticos, consumir Boswellia serrata durante 6 semanas reduziu os sintomas. Há até mesmo um único estudo de caso de uma mulher que eliminou um tumor cerebral que havia se espalhado de seu peito usando apenas Boswellia serrata.

8. Cominho preto

 

Não deve ser confundido com o cominho regular (mas ainda é impressionante o tradicional), cominho preto é mais medicinal do que culinária. É um antimicrobiano de largo espectro, eficazes mesmo contra as bactérias resistentes a antibióticos. De acordo com um comentário sobre seus efeitos farmacológicos, cominho preto pode melhorar os níveis de hemoglobina, pressão arterial e melhorar os lipídios. Também foi mostrado como redutor da inflamação.

Em homens obesos, cominho preto teve benefícios notáveis ​​para bem-estar subjetivo que não foi observado no grupo placebo, incluindo a eliminação das queixas de fome, fadiga, insônia, esquecimento, falta de libido, dor e fraqueza geral. Outro estudo controlado por placebo descobriu que o óleo de semente de cominho preto foi eficaz contra a artrite reumatoide.

Palavra final

 

Os efeitos das ervas individuais são convincentes o suficiente, mas Ayurveda tradicionalmente prescreve combinações de ervas que aparentemente têm efeitos sinérgicos. Quando submetidos a ensaios clínicos, muitos destas combinações mostram eficácia contra doenças como a demência de Alzheimer, osteoartrite do joelho (alguns podem ainda reduzir a degradação da cartilagem), artrite reumatoide, inflamação em excesso. Não é ruim, hein?

Isso é apenas uma pequena amostra das ervas Ayurveda mais notáveis. Cobrir muitas dezenas a mais (e as centenas de permutações de cada) está além do escopo deste post. Mas estes são alguns dos destaques.

E quanto a vocês? Passaram por qualquer experiência (para melhor ou pior) com ervas Ayurveda? Me conte nos comentários abaixo.

.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

×