Increva-se para receber conteúdo novo por email

Os magros vivem mais?

Por Mark Sisson

Para a edição de hoje de perguntas e respostas dos leitores, eu estou respondendo a algumas perguntas de vocês. Em primeiro lugar, há um novo estudo alegando que o IMC ideal para a mortalidade global é um de 27, que significa sobrepeso, para ser exato. Este realmente é o caso? Caso todos nós empacotássemos alguns kgs extra para sermos saudáveis na velhice? Em seguida, ao fazer um jejum você deve tentar compensar todas as calorias não consumidas da refeição que pulou? Ou seja, se você pular o café da manhã, você deve tentar comer mais na hora do almoço?

Vamos lá,

Primeira pergunta de um leitor do blog

 

O que você acha deste novo estudo mostrando que o IMC ideal para uma maior expectativa de vida é de 27, que está acima do peso? Escutamos muito disso na mídia recentemente, que quanto mais magro você for, mais é provável que realmente morra mais jovem.

Aqui está um artigo sobre o estudo: http://www.telegraph.co.uk/science/2016/05/10/overweight-people-less-likely-to-die-early-than-the-slim-study-s/

Obrigado!

Eu discordo totalmente, para ser honesto.

Foi um estudo bastante amplo, do tipo que já foi feito antes. Eles conspiraram IMC contra a mortalidade em um grande grupo de dinamarqueses de 1976-2013, rastreando como o “ideal” (menor associação com a mortalidade) IMC havia mudado ao longo dos anos. Em 2013, o IMC associado com a menor mortalidade aumentou em 3,3 pontos, de 23,7 para 27. Isso é excesso de peso.

Então, vale a pena iniciar um protocolo de ganho de peso por causa deste estudo?

Antes de falar sobre este estudo, vamos também olhar para um outro estudo recente sobre o peso corporal e taxa de mortalidade. Este foi uma meta-análise de 230 estudos existentes que compreendem 30,3 milhões de pessoas e 3,4 milhões de mortes! Os pesquisadores acrescentaram um fator crítico muito interessante e altamente relevante para a sua análise: em vez de reunir todos juntos, eles separaram os indivíduos que fumavam e os que nunca fumaram, sem problemas de saúde. Eles também analisaram o efeito do IMC sobre o risco de mortalidade em estudos com follow-ups (acompanhamento) de longo prazo.

Por que essas diferenças são importantes? Fumantes tendem a ser mais magros do que os não fumantes. Eles também tendem a morrer mais cedo do que os não fumantes. Separar os que nunca fumaram do resto remove aquelas pessoas que são magras porque ainda fumam. Simplesmente reunir todos juntos e analisar o efeito do IMC não distingue entre aqueles que eram magros por causa do fumo ou naturalmente magros.

Separar os que nunca fumaram, sem problemas de saúde leva o estudo a um passo adiante. Os magros que morrem jovens são muitas vezes magros por causa de doenças ou tratamento da doenças. Os magros que nunca fumam e não têm problemas de saúde são uma raça diferente.

Concentrar-se em estudos com follow-ups mais longos dá aos pesquisadores mais dados para trabalhar. Se você acompanhar apenas cinco anos do povo estudado, você vai deixar de constatar uma grande quantidade de mortes dos anos futuros. As pessoas deixam de morrer quando o estudo termina. Não funciona deste jeito uma análise abrangente dos fatos. Se você seguir um estudo coorte por 20 anos, você verá mais mortes mais pontos-de dados e obterá uma imagem mais precisa da relação entre IMC e mortalidade.

Então, o que os pesquisadores descobriram?

  •  Entre as pessoas que nunca tinham fumado, o IMC ideal foi de 23-24.
  • Entre as pessoas que nunca tinham fumado e não tinham problemas de saúde, o IMC ideal foi ainda menor, de 22-23.
  • E quando você olha para estudos de pessoas que nunca fumaram com follow-ups longos (+ de 20 anos), o IMC ideal foi ainda menor, de 20-22. Isso é o oposto do que aquele primeiro estudo demonstrou. Este é isolado da conclusão da totalidade de 230 estudos (meta-análise)
  • O excesso de peso não é saudável. Se você ainda não está convencido, confira alguns dos meus outros posts que cobrem estudos semelhantes.

 

Segunda pergunta

 

A minha pergunta é esta; quando estou pulando o café da manhã eu estou tentando fazer com que todos as minhas calorias fiquem concentradas nessa janela de 7 horas, ou eu não deveria adicionar de volta as calorias de meu café da manhã que eu não comi?

 Parte da razão pela qual as janelas de alimentação de jejum intermitente funcionam tão bem é que ele leva a redução de calorias inadvertidamente. Quando você não come uma refeição inteira, é difícil compensar isso na refeição seguinte. Você acaba perdendo peso.

Come quando está com fome. Pare quando cheio. A maioria dos estudos dizem que quem escapa o café da manhã tem mais fome no almoço do que comedores de café da manhã, mas eles realmente não comem o suficiente para compensar as calorias que eles perderam no café da manhã. Isso é bom. É por isso que pular uma refeição ocasional tende a melhorar a perda de peso. Faz com que você coma menos mais facilmente.

A menos que você esteja tentando ganhar peso, você não precisa forçar mais calorias para dentro na refeição seguinte. Você não vai ficar sem energia só porque você não comeu o café da manhã, quando você já segue uma dieta baixa em carboidratos. Você ainda está queimando energia, queimando de “calorias” do seu corpo como fonte de energia. E uma vez que você fica ceto-adaptado, um processo que o jejum tende a acelerar, você tende a obter essa energia a partir de sua gordura corporal. Não faltará energia, você apenas estará obtendo elas de outro lugar, sua barriga e suas nádegas.

Banner1

E para finalizar, uma ótima notícia… Eu vou te dar de presente meu novo ebook sobre dieta low-carb e cetogênica, aproveite para baixar GRÁTIS agora —>>> clique AQUI

Quer também ficar por dentro de tudo que está acontecendo de melhor no mundo da nutrição? Aproveite AGORA para seguir meu canal do youtube —–>>> Clique AQUI para seguir meu canal do youtube.

Outra notícia boa… Você está querendo emagrecer, mas está tendo dificuldades?? Então faça o coaching de emagrecimento para perder peso com tranquilidade de um jeito que você nunca tentou antes.

Me mande uma mensagem e agende uma consulta o quanto antes 😉

                          (11) 97533-8525                               

     Atendimento personalizado – Até 10x no cartão

Inscreva-se para receber artigos como este por e-mail!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Oi, eu sou o Caio Fleury, autor do blogSolicite atendimento personalizado em até 10x no cartão pelo meu Whatsapp ou cadastre seu email grátis, para ganhar meu novo e-book.

Junte-se a milhares de pessoas, ganhe motivação, exclusividade e controle da sua vida

Você está com dificuldades para perder peso?
Faça um atendimento personalizado em até 10x no cartão!

Converse comigo pelo Whatsapp: (11) 97533-8525

Atenção: Para receber o meu e-book GRATUITO sobre dieta low carb e Cetogênica, cadastre seu email abaixo!

×