Por que você deveria comer beterraba?

Existem indícios históricos de que a beterraba foi amplamente utilizada pelos romanos, na Babilônia e ao longo da idade média. Naquela época, suas raízes eram longas e finas, parecidas com as da cenoura. O formato redondo e roxo somente surgiu em um período mais recende da história, a partir do século 16. Ela se tornou muito popular e hoje em dia ela é encontrada também na América do Norte e na América central. Ela é parente da acelga e é um membro da família Quenopodiáceas.

beterraba

A beterraba é uma excelente fonte de folato e manganês, possui boa quantidade de potássio, magnésio e vitamina C e quantidades consideráveis de outros nutrientes como o fósforo, ferro, cobre e vitamina B6 proporcionais às calorias consumidas. A beterraba é um alimento funcional e seu consumo está associado a uma maior performance atlética e a uma melhora da saúde metabólica.

Não é somente a abundância destes que minerais faz com que a beterraba seja um excelente alimento. Ela contém um aminoácido chamado betanina. A beterraba tem quantidades altas de betanina (130mg por porção de 100g) e o consumo da betanina da beterraba tem demonstrado causar uma redução nos níveis de inflamação, diminuindo consideravelmente os níveis de homocisteína, proteína C-reativa e fatores de crescimento de tumores.

 Alguns pesquisadores acreditam que a betacianina, responsável pela pigmentação que torna a beterraba roxa, possui propriedades anti cancerígenas e desintoxicantes, supostamente contra o câncer de fígado e cólon. A betanina é o principal componente da betacianina. Estudos (link, link) têm demonstrado que betanina pode aumentar a força e auxilia no crescimento muscular via aumento da síntese protéica, além de gerar a redução da gordura corporal.

Cada 100 gramas de beterraba contêm em torno de 9,5g de carboidratos, sendo que 6,5g deles são de açúcar, com 3g de fibras em um total de 43 calorias. Apesar de ter uma proporção alta de açúcar relativo ao amido, a quantidade total de carboidratos é relativamente baixa e os benefícios do seu consumo, dentro do padrão de consumo de carboidratos estabelecido, ultrapassam seus pontos fracos, portanto, acredito que todos possam se beneficiar do seu consumo. Apesar de ser um tubérculo, assemelha-se com a maioria dos outros vegetais, no sentido de que ela é difícil de consumir em excesso devido ao seu gosto forte e baixa quantidade de calorias, além de possuir menos da metade da quantidade de carboidratos que a batata doce por exemplo.

Um estudo feito pela Universidade Exeter da Inglaterra, publicado no jornal de fisiologia aplicada (Journal of Applied Physiology) descobriu que além de resultar em uma menor pressão arterial em repouso, o consumo de 500 ml de polpa de beterraba por dia durante seis dias consecutivos fez com que ciclistas jovens aumentassem sua resistência e pudessem pedalar por uma distância até 16% maior, no caso, foram 92 segundos a mais do que o grupo que consumiu placebo, em uma média de 11,25 minutos de pedalada. Os pesquisadores acreditam que isso pode causar uma redução de 2% no tempo máximo percorrido em uma determinada distância.

Cycling : Team Saxo Bank Tinkoff / Team building camp 2013

Já outros estudos têm demonstrado que o suco de beterraba pode ser mais útil em reduzir a  pressão arterial do que medicamentos, causando uma incrível redução nos níveis de pressão arterial  em poucas horas e com efeitos duradouros. O consumo da beterraba aumenta a histamina, pois os níveis de óxido nítrico (NO2) são aumentados após seu consumo, levando assim a vasodilatação gerando um relaxamento muscular e aumentando a eficiência da utilização de oxigênio. Isto acontece porque os nitratos presentes na beterraba também causam um efeito na redução da pressão arterial.

A beterraba bode ser consumida de diversas formas diferentes, desde a sua forma crua, em saladas e como acompanhamento, passando por grelhada ou refogada e até como parte de sopas e outros pratos com vegetais. Não percam, amanhã teremos uma deliciosa receita com beterraba!

Banner1

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WordPress Anti-Spam by WP-SpamShield

Show Buttons
Compartilhe no Face
Entre em contato
Hide Buttons