História de Sucesso: Bianca Camargo

A entrevista de hoje é com uma pessoa que acredito que seja uma fonte de inspiração, principalmente para aqueles que desejam mudar sua composição corporal para melhor, seja para ganhar mas massa muscular ou queimar gordura, com saúde é claro, seguindo os princípios da dieta dos nossos ancestrais. Bianca Camargo, que tem um blog chamado Sonhando Fitness, decidiu participar do campeonato de fisiculturismo, na categoria Bikini e em sua jornada pelo corpo almejado, descobriu a dieta primal e adorou. Veja mais esta história de sucesso e inspire-se também. perfil

Como você conheceu a dieta Primal/Paleo e por que se interessou por ela?

Desde Janeiro, comecei a me preparar para uma competição fitness numa categoria chamada Bikini. A parte muscular era tranquila, meu desafio era perder gordura. Precisava secar mesmo, descer dos meus 64kg na época para uns 56kg, no mínimo. Segui uma dieta passada por uma nutricionista esportiva por uns 40 dias, tomando suplementos como BCAA (aminoácidos essenciais em pó), waxy maize (carboidrato em pó), glutamina, vitamina C, vitamina E, beta-caroteno, multivitamínico, selênio, complexo B e três doses de whey protein diárias. Tudo isso por que a base da minha alimentação na época, passada pela nutricionista, era de carnes magras (peito de frango e tilápia, carne vermelha só a mais magra possível e uma vez por semana), clara de ovo (gema? Jogava tudo no lixo), aveia, batata doce e salada verde com porções controladas de legumes, sendo assim, faltavam muitos nutrientes para o meu corpo, que eu precisava conseguir de algum jeito.

bianca_5

Podia comer uma fruta se sentisse vontade de doces, mas nunca à noite. Nada de gorduras, a não ser um azeite na salada. Sal light. Um horror. Essa é a dieta patrão dos atletas em período de pré-competição, na fase de perder gordura para mostrar a definição muscular. Só que pra mim, não deu certo. Eu simplesmente morria de vontade de comer doce o dia inteiro, sentia fome mesmo depois de me entupir com 7 claras de ovos cozidas e não entendia porque eu sentia fraqueza na academia mesmo depois de ter tomado o pré-treino com o waxy maize, que teoricamente precisava me dar energia.

Um dia, procurando sobre os doces com polióis para saber se eles poderiam entrar na minha vida sem estragar minha dieta, achei o blog do dr. Souto. Li sobre os adoçantes e alguma coisa sobre a dieta low carb, mas demorei uns dias para processar isso como uma alternativa melhor pra mim. Quando resolvi me inteirar sobre o assunto, o bicho da dieta primal me picou. Passei o fim de semana inteiro no blog dele, encontrei também o de vocês e não parei até absorver tudo. Comecei a leitura no sábado de manhã e no almoço já fiz minha primeira refeição em busca de um estado cetogênico.

A teoria fez muito sentido pra mim e as comprovações científicas foram muito sólidas para eu refutar. Como jornalista pragmática que sou, negar esses fatos seria um erro imperdoável. Não precisou de uma semana para eu perceber os benefícios dessa versão low carb da dieta paleolítica para o meu objetivo fitness e da minha facilidade de adaptação aos alimentos dessa dieta, que eu amo, como queijo gordo e carnes saborosas. Daí em diante, tudo ficou mais fácil na minha vida!

bianca_3

Quais foram as principais mudanças que você percebeu ao adotar a dieta e como isso influenciou a sua jornada de preparação para participar da competição Bikini Fitness IFBB?

O ponto crucial foi essa dieta me fazer abandonar a preocupação com comidas em pó e em cápsulas e voltar a comer de verdade, sem regras de horários. Comia quando tinha necessidade e fiquei impressionada com a mudança nos ciclos de apetite do meu corpo. Minha compulsão por doces acabou. Meu intestino melhorou muito. Minha disposição era outra, meu humor estava excelente e eu não sentia mais cansaço nem sono depois do almoço. Minha fome ficou muito mais controlada e o fato de eu ter eliminado frutas ricas em carboidratos nessa fase da preparação ajudou a reduzir visivelmente minha gordura abdominal.

Em questão de três semanas, eu tinha secado tudo o que precisava, combinando a dieta com a musculação e os aeróbicos. Finalmente eu passei a me sentir confiante de que conseguiria perder peso e chegar à competição num nível parecido com o das outras atletas, mesmo tendo me preparado por apenas 3 meses e encontrado uma dieta que funcionasse de verdade no meu corpo faltando apenas 6 semanas para a competição.

Qual a popularidade da dieta Primal/Paleo entre os fisiculturistas?

Tirando a Cláudia Vilaça, não conheço mais ninguém que siga uma dieta baseada em lipídios, seja na fase de pré-competição ou em off. Nas conversas que tive com as meninas nos bastidores da competição, que foi no dia 13 de abril, nem mesmo as atletas de categorias com maior volume muscular, que precisam de mais calorias para construir seus músculos, seguiam uma dieta em que as gorduras fossem permitidas… Tudo pelo medo que temos no inconsciente coletivo de que comer gordura vai nos engordar.

Quando eu dizia que não tinha gasto quase nada com suplementos pois seguia uma dieta diferente, rica em gorduras, a reação era de muita descrença. Nem a nutricionista com quem havia me consultado acreditou que eu fosse secar com essa alimentação. Acho que as fotos mostram a todos que é possível e fácil emagrecer comendo comidas deliciosas e abandonando suplementos caros.

bianca_4

Conte para nós como é sua alimentação em um dia normal? O que come em cada refeição?

Minha primeira refeição é por volta das 10h, entre 2 e 3h após acordar. Gosto da ideia de manter os níveis de Gh elevados pela manhã o máximo possível e segui essa estratégia depois de ler o post do Caio sobre o café dá manhã. Nessa refeição, costumo fazer um omelete com bacon, cebola, tomate, queijo e ervas, variando um pouco esses ingredientes. Uso dois ovos inteiros, pois esse também é meu pré-treino, já que faço musculação no meu intervalo do almoço. De vez em quando, vario com uma receita de omelete com coco e canela, que amo. E unto a frigideira ou com o bacon, ou com manteiga ou com óleo de coco. Se estou com mais pressa, tomo iogurte com abacate e óleo de coco, às vezes coloco um pouco de whey (o único suplemento que mantive) também, ou chocolate em pó 70% cacau.

No pós-treino, tomo uma medida de whey batida com água, e almoço um tempo depois. Meu almoço é bem normal, muita salada verde, legumes com pouco amido, azeite de oliva extra virgem e uma porção generosa de carne. À tarde, mesmo sem fome, como umas castanhas do pará, 3 ou 4. No jantar, mais salada e mais carne, aí gosto de inventar e caprichar, faço salmão, carnes com molhos de creme de leite e queijos, guacamole… Durante o período pré-competição, eu cortei todas as frutas, exceto o abacate, bem como todos os tubérculos e farinhas.

Agora que estou apenas interessada em manter o peso, ganhar alguma massa e ter mais variedade no cardápio, vou incluir porções de frutas no café da manhã, porque eu AMO frutas e não preciso me privar mais disso, apenas controlar as porções. Também vou permitir batata doce, mandioca e mandioquinha nas receitas, acho esses ingredientes muito saborosos. E não vejo a hora de experimentar receitas com as farinhas primais!

bianca_2

Que dicas você daria para pessoas que querem atingir melhor forma física, definição muscular e perda de gordura com saúde?

Diria para tentarem sair da caixa e darem uma chance para uma dieta que não tem defeitos: é baseada em alimentos de verdade, naturais, orgânicos, que sempre comemos. Faz sentido, é simples, é impossível dizer que isso vai nos fazer mal.

Diria para pensarem um pouco e tentar encontrar alguma lógica na opção de trocar alimentos de verdade por um frankenstein produzido pela indústria, cheio de conservantes, espessantes, emulsificantes, corantes e mais um monte de coisa que a gente nem sabe pronunciar, acreditando de verdade que essa é a escolha mais saudável. Quem está no controle, você ou a propaganda? E diria para as pessoas ouvirem mais os sinais do corpo, testarem os alimentos, as combinações que mais gostam, o que funciona para o seu corpo e organismo antes de acreditar nas falácias vigentes no mundo da nutrição – ou o nutricionismo, como já se diz entre os críticos do senso comum.

Cada metabolismo é de um jeito e você deve ser livre para escolher o que lhe faz melhor, sem fazer da dieta uma religião cheia de pecados que só vão minar sua motivação… Escolha alimentos naturais nas maioria das vezes e faça seu próprio estilo de vida saudável, da melhor maneira que você encontrar, que seja adequada para você.

Você pretende seguir a dieta após a competição?

Sim! Vou fazer as inclusões que já comentei, com frutas, tubérculos e farinhas primais, bem como abrir as minhas exceções… Pão de queijo, petit gateau, sorvete, um chocolate normal, pipoca ou cerveja, por exemplo, não pretendo eliminar da minha vida pra sempre! Sei por experiência própria que nenhum radicalismo dura muito tempo, então prefiro não me iludir achando que serei 100% paleo já tendo experimentado tentações modernas. Fazer pausas programadas na dieta é a minha maneira de segui-la na maior parte do tempo e é isso que vou fazer. =)

bianca_1

Bianca, muito obrigada pela oportunidade de nos conceder esta entrevista e parabéns pela sua determinação! Seja sempre muito bem vinda no Primal Brasil.

7 Comentários

  1. Claudia Vilaça

    Adorei a entrevista, Bianca!

    Que alegria conhecer mais uma atleta em dieta de baixo carboidrato.

    Parabéns pelo campeonato, a gente se vê no Paulista, em maio?

    Responder
    1. Bianca Camargo

      Oi Cláudia!
      Não vou pro Paulista, já tenho outro compromisso nessa data… Mas com certeza iremos nos encontrar em outros campeonatos!
      Minha mãe viu você no estreantes e ficou impressionada com seu corpo. Parabéns pra você também!
      Um beijo!

      Responder
  2. Andres

    Bianca é super inspiração! Uma fofa, com um corpo lindo e preocupada com a saúde!
    Como é bom ver gente que come “comida de verdade” e não vive se entupindo de suplementos caros…

    Ela destoa – positivamente – do mundo fitness de hoje.

    Além de parecer super simpática e postar receitas paleo deliciosas em seu blog. =)

    Responder
  3. viviane da Silva Anastacio

    Olá Bom dia!
    Eu sou a Viviane Anastacio e ganhei em 2nd lugar o concurso IFBB na Suiça. Tambem sou bikini class e fiquei no primeiro concurso Europeu que participei também em 2.nda colocaçao.
    Eu sigo dieta PALEO também, faço muito estudos sobre o tema, cozinho muito Paleo, paes e sobremesas tudo PRIMAL. tenho receitas maravilhosas e fotos. Sou conhecida aqui como a Brasileira que representa o Brasil – fitness na Suiça, podem entrar em contato para fotos e reportagem or em qualquer coisa que posso contribuir com o seu site. Obrigada, ATT Viviane Anastacio

    Responder
    1. Bruna Machado (Publicações do Autor)

      Viviane, parabéns pelo sucesso! Fico muito feliz em conhecer mais uma atleta fitness que segue a dieta! Em breve entraremos em contato para uma historia de sucesso! Abs Viviane, parabéns pelo sucesso! Fico muito feliz em conhecer mais uma atleta fitness que segue a dieta! Em breve entraremos em contato para uma historia de sucesso! Abs

      Responder
  4. denise

    Gostaria de saber se existe algum problema e em tomar nata com manteiga todos o dias. Foi difícil substituir o leite. Coloco 2 CS de nata e pedaço de manteiga e completo com 200 ml de água. Coloco café solúvel e canela. Ainda adoço com um pouco de adoçante… E faço 2 ovos mexidos. Eu já sou magra mas queria secar a região abdominal e a cintura. Quase não como frutas com exceção do abacate e do coco. Esses dois tem restrição tb? O restante da alimentação é bem similar, mas não frequento academia nem tomo suplementos. Faço séries de agachamento e exercícios para o braço em casa. Obrigada. Aguardo bjs!

    Responder
    1. Bruna e Caio (Publicações do Autor)

      Tudo depende do contexto individual. Quanto menos carboidratos maior tende ser a perda de peso, mas restringir muito não é necessariamente melhor para uma parcela da população. Ao medir sua relação insulina/glicose você poderá saber melhor seu grau de sensibilidade ou resistência à insulina. Muito obrigado

      Responder

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WordPress Anti-Spam by WP-SpamShield

Show Buttons
Entre em contato
Hide Buttons