Entrevista: Caio Fleury no programa Sem Censura

Oi Pessoal!!

O Caio Fleury, autor do livro “A Dieta dos Nossos Ancestrais” foi convidado pelo programa Sem Censura, da TV Brasil, para falar sobre o livro. Ele fala um pouco sobre seu interesse pelo assunto e no que consiste a dieta. A entrevista você confere a partir dos 24 minutos e parte dele dura uns 15 minutos. Enjoy!

3 Comentários

  1. Gabriel Fleury

    Primooo!!

    Parabéns, cara!
    Show de bola…

    Gostei de você colando para dar as respostas!

    Tenho certeza que seu livro ainda vai fazer muito sucesso, pq vc é um cara de sucesso!

    Te espero aqui no Rio!

    Abração!!

    Gabriel Fleury.

    Responder
  2. Rodrigo Leite

    Muito legal, Caio!!
    Parabéns pelo trabalho de divulgação de um estilo de vida mais saudável.
    Começarei a ler o livro nesse carnaval! :]
    Abraço!

    Responder
  3. Arimateia Jr

    Percebi que o médico-cirurgião está bastante afinado com as dietas low-carbs. Inclusive, ele dá duas oportunidades para a nutricionista dar as suas opiniões. Porém, ela demonstra uma total falta de humildade e o seu ego parece subir até as nuvens. Muita coisa que ela falou não tem muito sentido (de acordo com os artigos postados aqui no blog).

    Na primeira oportunidade, a nutricionista diz para eliminar as gorduras saturadas da dieta para se eliminar as gorduras do fígado (???).

    Na segunda oportunidade, o médico faz uma pergunta com uma pista para ela sobre os efeitos viciantes dos carboidratos, algo que ela não entendeu, disse que não tinha nenhuma relação e ainda deu uma resposta que foi totalmente em desacordo com a pergunta.

    Por isso sempre desconfio de nutricionistas que tem a cabeça muito fechada e só aceitam aplicar as coisas que eles aprendem na universidade e que não tem sentido nenhum na prática.

    Estou em fase de redução de peso (gordura) e estou tendo um acompanhamento de uma nutricionista. Não concordo totalmente com muita coisa que ela passa para a minha dieta. Fiz alguns questionamentos, se eu poderia comer ovos todos os dias, se eu poderia comer amêndoas e castanha do pará; dentre outras perguntas. Para a minha surpresa, ela foi taxativa em afirmar que eu não poderia comer ovos por ter muito colesterol e que não poderia comer castanha do pará por ter muita gordura.

    É muito frustrante saber que o profissional que deveria lhe ajudar não o faz, só piora a situação.

    Responder

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comments Protected by WP-SpamShield Spam Blocker

Show Buttons
Compartilhe no Face
Entre em contato
Hide Buttons