Dieta cetogênica e longevidade

Por: Sarah Berry

imagem dieta cetogÊnica2

Enquanto a dieta cetogênica foi criticada no passado (e continua sendo por muita gente que não a entende) como uma dieta da moda, foi criticada por seus efeitos colaterais, incluindo constipação e mau hálito, no entanto, novas pesquisas sugerem que pode ela pode melhorar a memória e a vida útil.
A dieta originou-se na década de 1920 como um tratamento para a epilepsia, mas tornou-se moda na indústria de fitness  e entre aqueles que tentam destruir ela por preconceitos. Celebridades no exterior como Kim Kardashian e Gwyneth Paltrow também tentaram entrar na onda da dieta.

Em dois novos estudos, ratos foram alimentados com uma dieta cetogênica, uma dieta de controle ou uma dieta com baixo teor de gordura e carboidratos e fizeram testes de saúde física, fitness e memória.

Em ambos os estudos, os camundongos cetogênicos viveram mais tempo e mostraram melhorias na memória.

Para os benefícios no entanto, houve outro detalhe importante. Os ratos que comeram mais calorias com a dieta cetogênica eventualmente ganharam peso. Para evitar isso, os ratos foram submetidos a uma troca entre dietas regulares mais baixas em calorias e a dieta cetogênica mais alta em gordura

Detalhe:

“Este estudo demonstra que as dietas low-carb controladas em calorias e com alto teor de gordura não são prejudiciais para a saúde, mas muito pelo contrário, aumenta a vida expectativa de vida deles e retarda o declínio relacionado à idade das funções fisiológicas destes camundongos”, concluíram os autores do estudo.

“É muito provável que esta abordagem possa melhorar os resultados de saúde, diminuir as doenças do envelhecimento e prolongar a vida humana”, disse Brian J. Morris, professor emérito da Faculdade de Ciências Médicas e Instituto Bosch da Universidade de Sydney

Mas os especialistas também apontam que os ratos na dieta de controle foram alimentados com carboidratos com alto índice de glicêmico que incluíam uma quantidade significativa de sacarose. “Então, neste estudo, será que a dieta baixa em carboidratos/ cetogênicos é muito efetiva ou será que a” dieta controle” (aquela comparada com a cetogênica) foi relativamente adversa?” indagou o professor Manny Noakes, diretor do programa de pesquisa de Nutrição e Saúde do centro CSIRO de saúde e bio segurança”

“Há um grande  e crescente número de pesquisas que explicam os padrões alimentares mais baixos em carboidratos, que já estão da literatura científica agora”.


Siga-nos no instagram – @primalbrasil


Especialistas também apontam que estudos humanos de cetose têm sido de curto prazo porque a adesão a uma dieta ceto durante um período prolongado é mais difícil.

Libby Babet, treinadora fama do programa “O grande perdedor” The Biggest Loser tentou a dieta keto. “Eu fiz isso para ganhos de saúde a curto prazo e o resultado foi mais foco mental, mais calma e menos ansiedade … mas menos no lado do desempenho atlético em treinos de força disse ela.”

“Você, literalmente, não consegue comer carboidratos além daqueles provindos de vegetais verdes escuros como espinafre/ alface,  e legumes. E se você quiser ficar em cetose você deve comer alimentos como abacate, azeite, peixes, ovos e queijos!”, diz ela.

Você também sai da cetose se comer muita proteína “, diz Babet. “Eu amo e defendo gorduras saudáveis e a redução dos carboidratos, mas não acho que dieta cetogênica restrita seja sustentável a longo prazo para muitas pessoas”.

Para manter a cetose, um adulto humano só pode consumir 20-30 gramas de carboidratos por dia (uma banana grande contém 25 gramas de carboidratos e 100g de batata tem 19g).

“Os achados são muito bons e promissores e também há pesquisas interessantes sobre cetose como tratamento para câncer e epilepsia – mas não é ideal para qualquer pessoa” – disse a professora Helen Truby, do Departamento de Nutrição, Dietética e Alimentação da Universidade de Monash.

Já conhece o coaching de emagrecimento? Descubra como perder peso e realmente perca peso. Clique aqui!

CTAcoaching4

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WordPress Anti-Spam by WP-SpamShield

Show Buttons
Compartilhe no Face
Entre em contato
Hide Buttons