Como a dieta pode afetar seus níveis de testosterona

Por: Mark Sissonfoto espermas

Por que a testosterona masculina está em declínio? Vamos explorar o que mais pode estar causando o problema.

Os hormônios sexuais masculinos caíram na última metade século e mostram um pequeno sinal de rebote.

Como se verifica, os maiores culpados para a fertilidade masculina prejudicada são provavelmente dietéticos e relacionados ao estilo de vida.

Ingestão de gorduras poli-insaturadas omega-6/3: que comemos são incorporadas na estrutura de nossas células – todas as células. As membranas celulares ricas em Omega-6 são menos estáveis ​​do que as membranas com mais gorduras monoinsaturada MUFA, saturada SFA e omega-3, e isso vale para membranas celulares de espermatozoides. Estudos mostram que os homens com maiores níveis de ômega-6, ao invés de omega-3 têm contagens de esperma mais baixas, menor mobilidade de esperma e mais infertilidade. Ingestão de gorduras oxidadas: a maioria das gorduras poliinsaturadas que a maioria das pessoas comem foi refinada, oxidada e exposta a toneladas de calor, luz e oxigênio.

Os ácidos graxos Omega-6 já são susceptíveis de oxidar e ficar râncidos. A maneira como os tratamos antes de comer – como meio de fritura por dias a fio, em batatas fritas, em lixo empacotado submetido a calor elevado nas prateleiras por meses – garante que eles fiquem quase completamente danificados. Quanto maior o MDA (um metabolito de omega 6 PUFA oxidado) no esperma, maior a chance de infertilidade masculina.

 
Tomar pouco sol: a maioria das pessoas temem o sol, concentrando-se apenas no risco de câncer de pele e ignorando a miríade de benefícios da exposição ao sol, um dos quais é o fato de que isso nos ajuda a sintetizar a vitamina D. A vitamina D é um hormônio pró, o que significa que nós usamos ela para produzir uma variedade de hormônios. Um dos produtos mais importantes da vitamina D é a testosterona, o hormônio sexual masculino. Sem testosterona adequada, a reprodução torna-se difícil. Produzimos menos esperma, perdemos nossa libido e nos tornamos menos atraentes para potenciais companheiros.

Baixa ingestão de carne vermelha: a campanha contra a carne vermelha funcionou. A maioria das pessoas ainda pensa que a carne vermelha é inerentemente perigosa. O consumo de carne vermelha está menor que nunca nos EUA e o consumo de frango está em alta como nunca na história. Isso provavelmente causou grandes problemas para a fertilidade masculina. A carne vermelha é a melhor e mais confiável fonte de zinco, um nutriente importante para a fertilidade masculina. A carne vermelha é a melhor fonte de carnitina, um aminoácido com efeitos pró-fertilidade. A carne vermelha é maior em gorduras saturadas protetoras de fertilidade e gorduras monoinsaturadas e menores em omega-6 instável; O frango é mais baixo em gorduras saturadas SFA e muito maior em ômega-6.

Esses são os grandes motivos pelos quais, na minha visão, as pessoas comuns sofrem de baixo nível de testosterona ou fertilidade.  É Claro que isso não acontece da noite para o dia

Esses óleos de sementes processados estão em toda parte. Todo mundo adora as batatas fritas, e ninguém quer saber por quanto tempo elas foram aquecidas no mesmo óleo. A carne vermelha permanece assustadora na mídia, assim como o sol. Mas é fisicamente possível que uma pessoa comum faça quatro mudanças simples: Comer menos omega-6, e ao invés, comer salmão, atum ou sardinhas na semana, Escolha bife ao invés de frango pode ter grandes ramificações positivas na saúde  e no aumento da testosterona… É possível adaptar fontes vegetais, embora seja mais difícil.

Existem outras causas principais também, incluindo sedentarismo, fatores ambientais e genéticos. Se vocês estão interessados, eu posso explorar este tópico mais adiante

Eu adoraria saber sua opinião sobre o assunto. Muito obrigado

banner livro

1 Comentário

  1. Grace

    Olá, adorei o post e acharia ótimo que vc publicasse mais a respeito do assunto! Obrigada!

    Responder

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WordPress Anti-Spam by WP-SpamShield