Cânceres relacionados à obesidade estão em alta

Por: Julie Steenhuysen

imagem obesidade

Os cânceres relacionados à obesidade aumentaram.. Ganhos ameaçadores nas taxas de câncer nos EUA

As taxas de 12 cânceres relacionados à obesidade aumentaram 7 por cento de 2005 a 2014, um aumento que ameaça reverter o progresso na redução da taxa de câncer nos Estados Unidos, disseram autoridades de saúde dos EUA

De acordo com os Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA, mais de 630 mil pessoas nos Estados Unidos foram diagnosticadas com um câncer ligado ao excesso de peso ou obesidade em 2014.

Os cânceres relacionados que são diretamente  ligados à obesidade e a síndrome metabólica representaram cerca de 40% de todos os cânceres diagnosticados nos Estados Unidos em 2014. Embora a taxa global de novos diagnósticos de câncer tenha caído um pouco há 15 anos, as taxas de câncer que podem ser diretamente relacionado à obesidade têm aumentado.

“O relatório de hoje mostra que em alguns tipos de câncer estamos indo na direção errada”, disse Anne Schuchat, do CDC, em uma teleconferência com repórteres.

De acordo com a Agência Internacional de Pesquisa sobre Câncer, 13 cânceres estão associados ao excesso de peso e à obesidade. Eles incluem meningioma, mieloma múltiplo, adenocarcinoma do esôfago e câncer de tireóide, mama pós-menopausa, vesícula biliar, estômago, fígado, pâncreas, rim, ovários, útero e cólon e reto (colorretal).

Em 2013-2014, cerca de dois em cada 3 adultos norte-americanos foram considerados com sobrepeso ou obesos. Os pesquisadores do CDC usaram o banco de dados de estatísticas de câncer dos EUA para ver como a obesidade estava afetando as taxas de câncer.

Embora as taxas de câncer tenham aumentado em 12 desses cânceres de 2005 a 2012, as taxas de câncer colorretal caíram 23%, causado em grande parte pelo aumento no rastreio por exames, o que ajuda a detectar o câncer antes de ele se desenvolver.

Os cânceres não associados ao excesso de peso e à obesidade caíram 13 por cento.

Cerca de metade dos americanos não estão cientes desta ligação, de acordo com Schuchat. As descobertas sugerem que os prestadores de cuidados de saúde dos EUA precisam deixar claro aos pacientes a ligação entre a obesidade e câncer e encorajar os pacientes a atingir um peso saudável.

“As tendências que estamos relatando hoje são preocupantes”, disse Schuchat. “Há muitas boas razões para se esforçar para um peso saudável. Com certeza você pode adicionar câncer à lista.”.

Obesidade pode aumentar o risco de câncer de um indivíduo, e esse risco pode ser reduzido mantendo um peso saudável, disse Schuchat.

imagem coaching com contato whats

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WordPress Anti-Spam by WP-SpamShield

Show Buttons
Entre em contato
Hide Buttons