Apple testa dispositivo que mede glicose

Por: Christina Farr

Apple CEO Tim Cook displays his personal Apple Watch to customers at an Apple Store on April 10, 2015 in Palo Alto, California.

  •  O CEO da Apple, Tim Cook, testou um dispositivo que controla seu açúcar no sangue, o que sugere o interesse da Apple em explorar este mercado.
  • Tim Cook fez um teste de um monitor de glicose para entender como seu açúcar no sangue responde a fatores como alimentos e exercícios.
  • O Jornal CNBC relatou no mês passado que a Apple tem uma equipe dedicada ao “Santo Graal” no tratamento da diabetes: o monitoramento contínuo não-invasivo da glicose.
  • Ele entrou em uma discussão com estudantes universitários em fevereiro dizendo que a Apple está “realmente animada” sobre seu potencial de conquista do mercado de saúde e de cuidados médicos.

 

O CEO da Apple, Tim Cook, exibe seu relógio pessoal da Apple aos clientes em uma loja da Apple em 10 de abril de 2015 em Palo Alto, Califórnia.

Tim Cook foi encontrado no campus da Apple testando um dispositivo que rastreia o açúcar no sangue, que estava conectado ao seu relógio da Apple.

Uma fonte jornalística disse que Cook estava usando um protótipo de rastreador de glicose no relógio da Apple, o que aponta para futuras aplicações que tornariam o dispositivo “totalmente essencial” para milhões de pessoas com pré-diabetes e diabetes – ou mesmo apenas para quem se preocupa com a saúde.

Como o jornal CNBC relatou recentemente, a Apple tem uma equipe em Palo Alto trabalhando no “Santo Graal” para o diabetes: Monitorização não-invasiva e contínua da glicose. Os rastreadores atuais de glicose no mercado dependem de pequenos sensores que penetram na pele. Fontes disseram que a empresa já está realizando testes de viabilidade deste dispositivo novo.

Tim Cook também falou sobre o dispositivo para uma sala cheia de estudantes em fevereiro na Universidade de Glasgow, onde foi honrado.

“Eu tenho usado um monitor contínuo da glicose por algumas semanas,” disse. “Eu só tirei ele antes de fazer esta viagem.”

Cook explicou que ele foi capaz de entender como seu açúcar no sangue respondeu aos alimentos que ele estava comendo. Como consequência, ele fez modificações para manter seu açúcar no sangue mais constante.

Em Silicon Valley, uma tendência de saúde enorme é uma dieta baixa em carboidratos e alta em gordura. Cada vez mais, capitalistas de risco e executivos estão descobrindo que, se reduzirem seu consumo de açúcar, verão resultados dramáticos, incluindo aumento da produtividade e perda de peso.

Cook tem muito interesse na saúde pessoal. Por exemplo, ele também é bem ativo na academie, e recentemente disse ao jornalista da CNBC Jim Cramer, que ele já perdeu 15 quilos.

Na Universidade de Glasgow, ele reiterou o compromisso da Apple com a saúde das pessoas e falou sobre as lutas enfrentadas por pessoas com diabetes.

“Há muita esperança, que se as pessoas tivessem conhecimento constante do que estão comendo com base na resposta glicêmica, elas poderiam saber instantaneamente o que causa uma resposta elevada … e que por conseguinte, as pessoas poderiam ajustar o consumo de alimentos de alto índice glicêmico bem antes de se tornarem diabéticas.”

Banner1

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WordPress Anti-Spam by WP-SpamShield

Show Buttons
Entre em contato
Hide Buttons