Queijo não aumenta o risco de ataque cardíaco

 

Por: Denis Campbell 

assortment of dairy products isolated on white background

Consumo de laticínios integrais não aumenta o risco de ataque cardíaco, um grupo internacional de experts afirma

O estudo concluiu que os produtos lácteos tiveram um impacto neutro na saúde humana.

O consumo de queijo, leite e iogurte – em versões com gordura total – não aumenta o risco de ataque cardíaco ou acidente vascular cerebral, de acordo com pesquisas que desafiam a crença generalizada de que os produtos lácteos podem prejudicar a saúde.

Os resultados, de uma equipe internacional de especialistas, contradizem a visão de que os produtos lácteos podem ser prejudiciais por causa de seu alto teor de gordura saturada. Os especialistas descartam esse medo como “um equívoco [e] crença equivocada”.

Os resultados vêm de uma nova meta-análise de 29 estudos anteriores sobre se os produtos lácteos aumentam o risco de morte por qualquer causa e de problemas cardíacos graves ou doenças cardiovasculares. O estudo concluiu que tais alimentos não aumentaram o risco de nenhum desses eventos e tiveram um impacto “neutro” na saúde humana.

“Esta metanálise mostrou que não havia associações entre a totalidade dos produtos lácteos, de produtos lácteos de alto e baixo teor de gordura, e os resultados de saúde incluindo mortalidade por todas as causas, doença coronariana ou doença cardiovascular”, diz o relatório, publicado no European Journal De Epidemiologia.

Ian Givens, professor de nutrição da cadeia alimentar na Universidade de Reading, que foi um dos pesquisadores, disse: “Existe uma ampla mas errada crença entre o público que os produtos lácteos em geral podem ser ruins para você, mas isso é um equívoco. Embora seja uma crença amplamente difundida, nossa pesquisa mostra que isso é errado.

“Houve muita publicidade infundada nos últimos 30-40 anos sobre como as gorduras saturadas aumentam o risco de doenças cardiovasculares e cresceu a crença de que eles devem aumentar o risco, mas não o fazem. Isso foi tudo política”

No entanto, os conselheiros de saúde do governo instruíram  os consumidores, até recentemente, que  continuassem a ter cuidado em comer demasiadamente produtos com alto teor de gorduras saturadas e a aderir a versões com baixo teor de gordura.

Contudo, os tempos estão mudando.

Os produtos lácteos integrais, sem adição de açúcar podem formar uma parte importante de uma dieta saudável e equilibrada.

O professor Givens e seus colegas da Reading, da Universidade de Copenhaga, na Dinamarca, e da Universidade de Wageningen, na Holanda, analisaram 29 estudos envolvendo 938.465 participantes de todo o mundo realizados nos últimos 35 anos, incluindo cinco realizados no Reino Unido.

“Não foram encontradas associações de laticínios (alto teor de gordura/ baixo teor de gordura) com os resultados de mortalidade, doença coronariana ou doença cardiovascular”, disseram. Na verdade, acrescentaram, produtos lácteos fermentados podem potencialmente diminuir ligeiramente o risco de ter um ataque cardíaco ou acidente vascular cerebral.

As diretrizes erradas do governo no passado, fez com que consumidores cada vez mais comprassem versões de baixo teor de gordura de produtos lácteos. Por exemplo, 85% de todo o leite vendido no Reino Unido é agora semi-desnatado ou desnatado.

Givens disse que os consumidores estavam evitando versões integrais de gordura de queijo, leite ou iogurte na visão equivocada de que poderiam prejudicar sua saúde.

As mulheres grávidas que consumiam pouca proteína animal como laticínios e peixes poderiam estar aumentando o risco de seu filho ter dificuldades neurológicas no desenvolvimento, o que poderia afetar suas habilidades cognitivas e seu crescimento, acrescentou Givens.

Gordura saturada é uma parte vital de qualquer dieta saudável

 

Professor Givens disse: “Nossa meta-análise incluiu um número extremamente grande de participantes. Estamos confiantes de que nossos resultados são robustos e precisos.”

Entidades representantes de laticínios também financiaram este estudo de meta-análise.

Banner1

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WordPress Anti-Spam by WP-SpamShield

Show Buttons
Compartilhe no Face
Entre em contato
Hide Buttons