16 razões pelas quais você não está perdendo peso

O artigo traduzido desta semana é perfeito para uma segunda feira! Hora de refletir e recomeçar.

Efetivamente, a perda de peso não é controlada simplesmente pelo paradigma: calorias consumidas, calorias queimadas. Também não depende apenas de dieta e exercícios. A perda de peso depende de tudo – são os vários sinais que o seu corpo recebe do ambiente que afetam a nossa expressão genética. Como nós lidamos com este fato também importa. Nosso humor, nossos métodos, nosso temperamento. Nossas decisões conscientes e nossa força de vontade. É adotar bons hábitos e expulsar os ruins. Acima de tudo, se resume a manter nossos genes felizes ao fornecer um ambiente que se aproxima do seu precedente evolucionário.

1. Você acha que está se alimentando de maneira saudável, mas não está

A sua dieta consiste, em grande parte, de “produtos”? Com muito ou pouco carboidrato, você deve se alimentar de comida de verdade. Litros de refrigerante diet, pratos de cereais cheios de fibra, pães integrais com requeijão light não são parte de uma dieta Primal. Você está apenas alimentando um vício e consumindo calorias vazias – soa familiar? Descarte os rótulos e olhe para o que você sabe que é verdade: esta porcaria não é comida e você não deveria estar comendo isso. É muito mais do que apenas low-carb.

2. Você está sob muito estresse

O sistema de resposta ao estresse é subconsciente, ele responde ao estímulo e nada mais.O estresse físico, o estresse emocional, o estresse financeiro, o estresse do relacionamento – eu hesito até em fazer estas distinções, pois o organismo  não diferencia as origens do estresse. Todos eles causam a produção de cortisol no corpo, hormônio que cataboliza (retira energia) os músculos, agrava a resistência à insulina e promove o armazenamento de gordura. Por 200.000 anos, o estresse significava uma situação de vida ou morte. Era intenso e infrequente, e a liberação de cortisol era extrema o suficiente para melhorar as chances de sobrevivência. Hoje em dia, o nosso corpo responde à uma quantidade enorme de trabalho, da mesma maneira. Engarrafamentos e trânsito são a mesma coisa que uma batalha na guerra. Um chefe pentelho é a mesma coisa que um animal te perseguindo, só que neste caso, diariamente. Pare por um momento e reflita sobre a quantidade de estresse na sua vida e o que pode ser feito para minimizá-la – isto pode estar te atrapalhando na perda de peso.

3. Você precisa controlar a sua ingestão de carboidratos

Os carboidratos são a chave, como sempre, principalmente quando se busca a perda de peso. Fique na parte mais baixa da curva, tome cuidado com todos alimentos processados (há açúcar escondido neles) e limite-se sempre aos caboidratos permitidos na dieta Primal.

4. Você está ganhando músculo

Eu sempre falo para as pessoas não se preocuparem demais com a balança. Elas são úteis – não me entenda mal – mas elas nunca contam a história toda, ou seja, se você está ou não aumentando sua massa magra. A dieta primal vai derreter gordura, mas também vai ajudar a construir músculos e melhorar a densidade óssea. Se você está se sentindo bem, mas não tem visto muitas melhoras na balança, é muito provável que esteja adquirindo músculos e fortalecendo seus ossos, devido aos treinos de resistência. E você não pode avaliar isso com a sua balança do banheiro. Se você precisa mesmo de resultados objetivos, faça um teste de porcentagem de gordura (e mesmo assim, eles podem não ser muito precisos) ou tente medir sua cintura.

5. Você não é ativo o suficiente

Você está se movimentando devagar por 3 a 5 horas por semana? Lembre-se: o movimento quase diário de baixa intensidade (de 55% a 75% da sua capacidade cardíaca) deve ser a base da sua atividade física. É fácil de fazer pois qualquer movimento conta e não há um grande uso das suas reservas de glicogênio (tornando-se uma queima de gordura pura, e não uma queima de açúcar). Se você não é um principiante nas atividades físicas, aumente a carga horária para 5 horas por semana ou mais.

6. Você está chegando perto do Cardio Crônico

Claro, você pode ir longe demais com os movimentos de baixa intensidade, você pode estar se tornando um Cardio Crônico. Quando você fica acima de 75% da sua capacidade cardíaca por longos períodos de tempo, você começa a queimar glicogênio. O seu corpo, em resposta, começa a desejar ainda mais açúcar, para repor as reservas perdidas, então você consome carboidratos, preferencialmente de alta carga glicêmica e rápida absorção. Você pode continuar por este caminho se quiser – como eu fiz, por algumas décadas – mas você vai ganhar peso, perder músculos, liberar mais cortisol e comprometer qualquer progresso que tenha feito até agora.

7. Você ainda não experimentou o Jejum Intermitente

Os resultados variam, mas se você já tentou todas as outras coisas, o jejum intermitente pode ser uma ótima maneira de quebrar um período sem perda de peso. Se assegure que você esteja se alimentando totalmente primal e comece devagar. Pule o café da manhã e almoce tarde. Se você se sentir bem, pule o café e o almoço da próxima vez. Vá devagar e preste atenção na sua fome. Eventualmente, tente fazer exercício durante um período de jejum, para maximizar as vantagens metabólicas. Se tudo der certo, sua fome não vai necessariamente desaparecer, mas vai mudar. Um jejum intermitente eficiente domina a fome, tornando-a menos insistente e demandante.

8. Você não abandonou os maus hábitos e desenvolveu bons hábitos

Seja completamente honesto consigo mesmo. Você pratica alguns maus hábitos (ex: de vez em quando ataca a batata frita, come pizza, se exercita em excesso, toma refrigerante, etc)? Se sim, identifique-os. Faça uma tentativa, estabeleça planos para se livrar deles e avise as pessoas próximas a você. Torne isso público, para que você não possa voltar atrás sem algum policiamento. Você também tem que desenvolver bons hábitos. Faça da mesma maneira que fez com os maus hábitos, identifique-os, planeje-se  e torne isso público. Você estará no caminho certo.

9. Você não eliminou e primalizou sua dispensa

Fora da vista, fora da mente, fora de alcance, fora da boca. Tire todas as porcarias da sua dispensa,(e da geladeira) para não dizer de toda a sua casa. Faça uma lista dos alimentos primal e elimine tudo aquilo que não se aplica.

10. Você atingiu uma homeostase saudável

Pode ser que seu corpo tenha atingido o seu peso “ideal” – o seu equilíbrio genético. Atingir este nível não causa dor nem esforço, mas pode não corresponder ao seu nível desejado de fitness. As mulheres, em especial, tendem a atingir um equilíbrio saudável com maiores níveis de gordura. Quebrar esta estabilização do peso pode ser difícil, mas a estabilidade comandada apenas pelo seu corpo é quase impossível. Provavelmente você terá que regular os carboidratos, níveis de atividade, sono e estresse. Se tudo mais estiver de acordo, você pode ter atingido uma homeostase saudável. Então, vem a pergunta: você quer mexer com algo que já está bom?

11. Você está com pouca força de vontade

Força de vontade é como um músculo. Precisa ser usada ou atrofia. Você também tem que fornecer combustível para a sua vontade, como pequenas vitórias para começar. Vá fazer uma caminhada se você não tem vontade de ir à academia. Perceba que a força de vontade, ou a falta dela, pode ser um indicador das necessidades do seu corpo. Se você realmente não consegue se motivar a ir à academia, pode ser que o seu corpo precise descansar. Quando este é o caso, treinar demais pode ser muito pior do que a falta de força de vontade.

12. Você está cheio de desculpas

Se você se encontra tendo mini-discussões consigo mesmo durante o dia (e você sai perdendo) ou (pior ainda) mentindo para si mesmo sobre o que está comendo e fazendo, você está cheio de desculpas. É hora de parar de achar que tudo é difícil e realmente se concentrar nos benefícios. Mesmo com pouco tempo para se exercitar, para cozinhar ou para cuidar de si mesmo, é possível adequar-se a um estilo de vida saudável. Basta um pouco de planejamento.

13. Você não virou Primal de verdade!

Nós temos um bom número de leitores regulares, e nem todos eles assimilam instantaneamente os conceitos primal. E mesmo assim eles voltam. Eles lêem os arquivos e os comentários. Algo os atrai ao mesmo tempo que permanecem distantes. Por que isso? O que está impedindo-os? Se isso descreve você, o que você está esperando? Assuma o risco. Experimente ser primal por 30 dias e veja se você gosta. Eu garanto a vocês, muitas pessoas seguem isto porque gostam.

14. Você não está dormindo o suficiente

Níveis crônicos da deprivação do sono causam a liberação de cortisol, que como já foi dito, causa o acúmulo de gordura. O maior pico sanguíneo do hormônio de crescimento (que queima gordura) ocorre durante o sono profundo. Tenha, pelo menos, de 7 a 8 horas de sono por noite.

15. Você não deu o tempo suficiente

O estilo de vida Primal promove a queima de gordura, sem dúvidas, mas nem sempre é um atalho. Algumas pessoas tem resultados imediatos ao eliminar grãos e cereais, açúcar e óleos vegetais, enquanto outras levam um mês para se acostumar e, a partir daí, a perda de peso começa. De qualquer maneira, isto é um estilo de vida. Você não está aqui para fazer uma dieta louca e ganhar todo o peso que perdeu depois. Comece com o pensamento correto que os resultados aparecerão naturalmente.

16. Sprint não é parte da sua rotina de treino

Eu descobri que muitos acreditam que estão tendo tudo o que precisam dos seus treinos, apenas movimentando-se lentamente e fazendo algumas sessões de treino de força por semana. O sprint é constantemente subjulgado, mas é um elemento fundamental por uma razão. Nada emagrece tão rápido quanto um sprint. Eu iria devagar com o sprint se você nunca fez nada parecido ou está muito acima do peso ou fora de forma. Sendo assim, eu recomendo que você meça a sua aptidão física antes de inclui-lo na sua rotina. Mas assim que estiver pronto, faça de 6 a 8 sprints (com pequenos intervalos entre eles) uma vez por semana, para ajudar na perda de peso.

Esta é uma tradução livre. Duas razões foram removidas pois discordo da opinião do autor. O texto original pode ser encontrado neste link

Banner1

 

4 Comentários

  1. Thiago

    Opa, uma razão se perdeu na tradução? hehehe

    Reforço aqui a questão da balança, não fiquem viciados nela, o seu peso pode variar por muitos motivos e é possível emagrecer sem que a balança saia do lugar, vejam, por exemplo, este caso:

    http://everydaypaleo.com/2011/06/22/attention-scale-addicts-part-2/

    Um abraço,
    Thiago

    Responder
    1. Bruna machado (Publicações do Autor)

      Ahahah Thiago, eu tirei uma razão porque não concordo com o ponto de vista do Mark sobre as calorias. O texto é dele, mas o blog é meu e eu não posso publicar coisas as quais eu não concordo! hehehe

      Adorei este artigo!! É realmente impressionante o quanto o peso não faz diferença! E nem as calorias né, pelo que é falado no final do texto, ela consome cerca de 3900 por dia!

      Abraços!

      Responder
  2. Rossana

    Olá.
    O que é Sprint?
    Quanto é exercício em excesso? Faço academia (alternando musculação e aeróbio) 3 a 4 vezes por semana durante no máximo 50 min. Isso é muito?

    Responder
    1. Bruna e Caio (Publicações do Autor)

      Boa tarde Rosana,

      Sprint são tiros intervalados de corrida, ou de outra modalidade. Provavelmente você não está fazendo exercícios em excesso. =) Abraços

      Responder

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comments Protected by WP-SpamShield Spam Blocker

Show Buttons
Compartilhe no Face
Entre em contato
Hide Buttons